Home Uncategorized Pais do autor do massacre em uma escola no Michigan responderão por homicídio culposo
Uncategorized - 12/03/2021

Pais do autor do massacre em uma escola no Michigan responderão por homicídio culposo

A promotora disse que a arma recuperada após o tiroteio é uma pistola Sig Sauer 9 mm que foi comprada por James Crumbley na presença de seu filho em uma loja de armas de fogo local na Black Friday, de acordo com um funcionário da loja de armas.

JSNEWS – O casal James e Jennifer Crumbley estão enfrentando quatro acusações de homicídio involuntário (culposo ou sem intenção), de acordo com a promotora do condado de Oakland, Karen McDonald. O filho deles, Ethan Crumbley, de 15 anos, supostamente disparou pelo menos 30 tiros nos corredores da Oxford High School na terça-feira, matando quatro colegas de classe e ferindo sete outros, incluindo um professor.

“Embora tenha sido o atirador que puxou o gatilho, há outros indivíduos que contribuíram para os eventos em 30 de novembro e é minha intenção responsabilizá-los também”, disse McDonald a imprensa local durante uma entrevista coletiva. “É imperativo evitar que isso aconteça novamente. Nenhum outro pai ou comunidade deveria ter que viver este pesadelo.”

McDonald disse que a arma recuperada após o tiroteio é uma pistola Sig Sauer 9 mm que foi comprada por James Crumbley na presença de seu filho em uma loja de armas de fogo local na Black Friday, de acordo com um funcionário da loja de armas.

Policiais, bombeiros, paramédicos e médicos chegam a câmpus de escola em Oxford, Michigan (EUA), após tiroteio nesta terça (30) — Foto: Todd McInturf/The Detroit News via AP

O adolescente então foi às redes sociais e postou imagens de uma arma semiautomática com a legenda: “Acabei de receber minha nova beleza hoje [emoji de coração] sig sauer 9mm quaisquer perguntas que eu responder”, de acordo com McDonald.

No dia seguinte, McDonald disse que Jennifer Crumbley postou nas redes sociais “dia da mãe e do filho testando seu novo presente de Natal”.

Na semana anterior ao tiroteio, em 21 de novembro, McDonald disse que um professor da escola notou Ethan Crumbley procurava munição em seu celular durante a aula e relatou o incidente aos diretores da escola.

A mãe de Ethan Crumbley foi contatada por telefone e e-mail, mas a escola disse que não a Sra. Jennifer Crumbley não respondeu as mensagens ou retornou as ligações informou a promotora  que ao invés disso Jennifer trocou uma mensagem de texto com seu filho que dizia “Lol, eu não estou brava com você, você tem que aprender para não ser pego”.

Na manhã do tiroteio, de acordo com a promotora, um professor viu um bilhete perturbador sobre a carteira de Ethan que continha desenhos de uma arma semiautomática, uma bala e uma pessoa sendo baleada duas vezes com as frases “os pensamentos não param, me ajude”, “sangue por toda parte”, “minha vida é inútil” e “o mundo está morto”.

O promotora disse que Ethan e seus pais foram imediatamente convocados para uma reunião, durante a qual foram instados a colocar o filho em aconselhamento psiquiátrico dentro de 48 horas. “Naquela reunião, os pais viram o desenho de Ethan”, disse McDonald. A promotora observou também que os pais resistiram à ideia de seu filho saírem da escola sem o filho. “Ele então voltou para a sala de aula e horas depois tirou a arma de sua mochila e começou a atirar”, disse.

Quando a notícia do tiroteio se tornou pública, Jennifer Crumbley mandou uma mensagem para seu filho “Ethan, não faça isso”, disse McDonald.

Ethan Crumbley enfrenta uma acusação de terrorismo causando morte, quatro acusações de homicídio de primeiro grau, sete acusações de agressão com intenção de homicídio e 12 acusações de porte de arma de fogo na prática de um crime.

O adolescente gravou vídeos na noite anterior ao tiroteio em que “falou sobre atirar e matar estudantes no dia seguinte na Oxford High School”, disse o tenente Tim Willis do Gabinete do Xerife do Condado de Oakland na quarta-feira.

Ethan Crumbley ainda tinha 18 rodadas de munição quando a polícia o prendeu no corredor, apenas cinco minutos após a primeira ligação para o 911, disse o xerife do condado de Oakland, Michael Bouchard.

Deixe um comentário

Leia também

Sport Total – De canela

Por: Alfredo Melo – info@jornaldossportsusa.com 1 Os profissionais do futebol contin…