Home Saúde SOS da Vida – Comportamento dos pais reflete nas atitudes dos filhos
Saúde - 2 semanas atrás

SOS da Vida – Comportamento dos pais reflete nas atitudes dos filhos

Eliana Pereira Ignacio

Olá, meus caros leitores hoje venho falar sobre uma advertência aos pais e ou educandos. E possível afirmar que as atitudes dos pais e ou educadores influenciam diretamente nos filhos e ou educandos. Estudiosos afirmam que da maneira que os pais resolvem suas questões, e como lidam com as diversas situações do dia a dia impactam a percepção de mundo dos filhos.

Se os pais são muito ansiosos, na interação com seu filho você será mais impaciente, não dando tempo para ele pensar, reavaliar a situação, vivenciar o resultado da escolha dele. Então a criança aprende a funcionar assim de forma imediatista. E é bem provável que quando ela for lidar com você, com um amigo, ela também agirá assim, de forma imediatista.

Se os pais são pessimistas, eles farão previsões negativas sobre as situações, terão medo da criança se machucar, se frustrar, errar, se decepcionar, então os pais vão tentar se antecipar, deixando de proporcionar um ambiente favorável para a autonomia e autoconfiança. E necessário que os pais observem suas posturas diante as situações no dia a dia com a criança. Confie no seu filho, mostre que o erro faz parte do processo de aprendizagem e que se ele precisar você estará lá para dar suporte e auxiliar. Lembre-se que seu filho te observa e te cópia. Família pode aprender em conjunto a melhor maneira de dominar as emoções.

O modo como os jovens se colocam dentro de sala de aula é, muitas vezes, reflexo de como eles vivem no dia a dia. Por isso, é importante lembrar que o comportamento dos pais e responsáveis influencia diretamente nas atitudes dos filhos. Daí a importância, e esta é uma das missões dos pais, de envolver toda a família na aprendizagem socio-emocional. As habilidades socio-emocionais (HSE) têm sido compreendidas como um construto multidimensional, composto por variáveis emocionais, cognitivas e comportamentais que auxiliam no desenvolvimento saudável ao longo do ciclo vital. Estudos recentes têm demonstrado que as HSE podem ser desenvolvidas e aprendidas.

Habilidades socio-emocionais são pilares fundamentais desenvolvidos por todos os seres humanos que vivem em sociedade e que formam a inteligência socio-emocional. Em outras palavras, habilidade socio-emocional é a capacidade de se relacionar com outros indivíduos e superar desafios de maneira saudável e equilibrada. O bom desenvolvimento das habilidades socio-emocionais está diretamente ligado ao futuro profissional do indivíduo e ao aprendizado que o aluno terá como guia por toda a sua vida. … Se relaciona com o ambiente e com os indivíduos ao seu redor. Tem controle sobre suas próprias emoções e sentimentos. É preciso entender que as crianças aprendem mais olhando o que fazemos do que escutando o que fazemos. Não adianta os pais insistirem, por exemplo, que é importante ler, se os pais não leem. Não adianta dizer que é importante controlar o impulso e manter a calma, se eles próprios não conseguem lidar com uma situação estressante.

Os pais e responsáveis, no entanto, não devem se sentir culpados, pois as gerações passadas nem sempre tiveram à disposição ferramentas para compreender que o domínio das emoções pode ser aprendido. A boa notícia é que, quando os filhos têm acesso à aprendizagem socioemocional, toda a família adquire conhecimentos e habilidades que permitem gerenciar melhor os próprias sentimentos.

As questões sobre as competências socio-emocionais estão sendo cada vez mais debatidas não só dentro de sala de aula, mas também dentro de casa. Torna-se importante, realizar conversas com os pais nas escolas, porque uma das tarefas é envolver pais, filhos e educandos, todos no mesmo processo. Ao contrário do que o senso comum afirma, a aprendizagem sócio-emocional pode se dar em qualquer idade e, dentro de casa, o domínio das emoções faz com que as relações familiares melhorem. Nesse sentido, pais e filhos têm a oportunidades de juntos, incorporar as habilidades sócio-emocionais ao seu cotidiano.

Em suma pais aprender a lidar com os outros requer habilidades sócio-emocionais. Aprender a lidar conosco requer muito mais que qualquer habilidade, requer autoconhecimento. Instrua a criança segundo os objetivos que você tem para ela, e mesmo com o passar dos anos não se desviara deles. Provérbios 22.6 Até a próxima semana!

Eliana Pereira Ignacio é Psicóloga, formada pela PUC –Pontifícia Universidade Católica – com ênfase em Intervenções Psicossociais e Psicoterapêuticas no Campo da Saúde e na Área Jurídica; especializada em Dependência Química pela UNIFESP Escola Paulista de Medicina em São Paulo Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas, entre outras qualificações. Mora em Massachusetts e dá aula na Dardah University. Para interagir com Eliana envie um e-mail para epignacio_vo@hotmail.com ou info@jornaldossportsusa.com

Deixe um comentário

Leia também

Governador do Texas faz barreira com viaturas policiais para deter imigrantes em Del Rio

JSNEWS – O governador do Texas, Greg Abbott (Rep), disse na terça-feira que as autor…