Home Brasil ‘Queremos saber por que não compramos as 70 milhões de vacinas da Pfizer’, diz presidente da CPI da Covid
Brasil - Política - 1 semana atrás

‘Queremos saber por que não compramos as 70 milhões de vacinas da Pfizer’, diz presidente da CPI da Covid

Da Redação – O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, Omar Aziz (PSD-AM), afirmou que quer respostas sobre o porquê do governo de Jair Bolsonaro (sem partido) não ter comprado as 70 milhões de doses da vacina contra o coronavírus do laboratório Pfizer. “Nós queremos saber por que a gente não comprou as 70 milhões de vacinas do laboratório Pfizer, que foram oferecidas ao Brasil no ano passado, mas o governo recusou”, afirmou, nesta quinta-feira (29), a jornalistas.

Em agosto do ano passado, a farmacêutica ofereceu ao governo brasileiro 70 milhões de doses da vacina com previsão de entrega ainda em dezembro. A oferta, porém, foi recusada.

A CPI da Covid vai investigar as ações e omissões do governo federal na condução da pandemia e o repasse de recursos federais na área da saúde a estados e municípios.

Convocação de ex-ministros para depor como testemunhas
A declaração de Aziz foi dada após a comissão ter aprovado, nesta quinta-feira (29), a convocação dos três ex-ministros da Saúde do governo Bolsonaro, além do atual e do diretor-presidente da Agência Nacional de Viligância Sanitária (Anvisa), para depor na condição de testemunhas.

Veja datas e horários:

  • Terça-feira, 4 de maio: Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich;
  • Quarta-feira, 5 de maio: Eduardo Pazuello;
  • Quinta-feira, 6 de maio: Marcelo Queiroga e Antônio Barra Torres.

O senador vice-presidente da comissão, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), listou, em entrevista à Globonews, algumas perguntas que podem ser feitas aos ex-ministros.

Durante a fala de hoje, o presidente da comissão no Senado ainda disse que quer apurar o motivo de o Brasil sofrer com falta de vacinas contra a Covid-19.

“Nós estamos atrás de soluções, de saber por que não entramos nos consórcios, por que a gente não participou de compras de outras empresas que estão produzindo vacina. Esse é o objetivo principal, sem pré-julgar ninguém”, declarou.

Ao lado do vice-presidente da CPI da Covid, Aziz deu mais detalhes sobre como as investigações devem ocorrer durante a CPI. Ele afirmou que “vão acontecer vários enredos” e que não é possível saber que rumos as apurações podem tomar.

“É uma novela que nós vamos formar, que tem início, meio e fim”, disse. “Não adianta a gente colocar no plano de trabalho que supostamente ou provavelmente o fulano de tal vai falar isso ou aquilo.”

Com informações são do Yahoo News

Deixe um comentário

Leia também

Chauvin e outros agentes enfrentam novas acusações pela morte de Floyd

AFP – Um grande júri federal acusou Derek Chauvin e três outros ex-policiais de viol…