Home Biden Proposta orçamentária de Biden pede aumento de gastos com as forças policiais
Biden - Novo Normal - Policial - Política - 03/30/2022

Proposta orçamentária de Biden pede aumento de gastos com as forças policiais

Biden tem procurado repetidamente se distanciar da esquerda radical que da suporte ao movimento que apoia o   desfinanciamento das forças policiais, ou mesmo extinção dessas forças, o movimento ganhou força após a morte de George Floyd em Minneapolis em maio de 2020.

JSNEWS – O orçamento proposto pelo presidente Joe Biden para as forças policiais dos Estados Unidos que foi anunciado nesta segunda-feira,28, inclui US$ 17,4 bilhões para as autoridades federais combaterem crimes violentos, US$ 1,7 bilhão acima do nível promulgado em 2021.

Durante seu discurso no Estado da União no inicio deste mês, Biden atraiu apoio de republicanos e democratas quando disse: “Todos devemos concordar: a resposta não é desfinanciar a polícia. A resposta é financiar a polícia.”

As forças policiais, totalizando cerca de 800.000 pessoas em todo o país.

Uma vez que os esforços governistas para aprovar o pacotes de gastos sociais de Biden e a reforma policial propostas pelas alas mais radicais dos democratas fracassaram, e com os republicanos procurando ligar os democratas ao movimento “desfinancie a polícia” (Defund the Police), a proposta de Biden aborda diretamente as criticas dos Republicanos a politica Democrata de segurança pública e apela para “estratégias como o policiamento comunitário” como abordagem, prevenção e repressão do crime.

O orçamento também inclui US$ 1,7 bilhão destinado ao Bureau of Alcohol, Tobacco, Firearms and Explosives (ATF)  para combater o tráfico ilegal de armas; US$ 1,8 bilhão para agencias federais encarregadas de prender fugitivos; 69 milhões de dólares para o FBI apoiar investigações de crimes violentos, incluindo aqueles contra crianças e US$ 72,1 milhões para processar crimes violentos.

Biden tem procurado repetidamente se distanciar da esquerda radical que da suporte ao movimento que apoia o   desfinanciamento das forças policiais, um movimento que ganhou força após a morte de George Floyd em Minneapolis em maio de 2020.

O orçamento anunciado por Biden é uma tentativa tardia para agradar os eleitores democratas mais conservadores ou simplesmente aqueles cidadãos que estão temerosos com a escalada de crimes violentos nas principais cidades americanas.

Como parte dessa mudança de abordagem, Biden visitou a sede do Departamento de Polícia de Nova York em fevereiro, onde se reuniu com o prefeito de NY, Eric Adams (Dem.), um ex-capitão da polícia, logo após dois policiais serem mortos durante uma emboscada ao atenderem uma ocorrência.

Em cidades como Nova York e Los Angeles, uma parte considerável da população atribui a escalada da violência a uma politica de segurança ineficaz no combate e a prevenção da criminalidade, e parece que essas mesmas percepções encontraram eco na Casa Branca.

“A resposta não é desfinanciar a polícia”, disse Biden durante sua visita. “É para dar-lhe as ferramentas, o treinamento, o financiamento para serem parceiros, para serem protetores.”

Deixe um comentário

Leia também

Justiça portuguesa autoriza extradição da doleira Nelma Kodama, presa em Portugal por tráfico de drogas

Da redação com G1 – O Tribunal da Relação de Lisboa (TRL) autorizou a extradição par…