Home Brasil Moro confirma que vai se filiar ao Podemos; mas não assume candidatura
Brasil - Política - 11/03/2021

Moro confirma que vai se filiar ao Podemos; mas não assume candidatura

AG. ESTADO/Correio Braziliense/Estado de Minas
O ex-juiz federal e ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro anunciou pelas redes sociais sua filiação ao Podemos ao postar em seu perfil no Twitter a a mensagem “Um Brasil justo para todos”, uma foto do convite de sua filiação, feito pelo partido, para 10 de novembro, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília, com transmissão pelas redes sociais. Até o início da noite, a postagem tinha 25,6 mil curtidas e 1.356 comentários. Moro, entretanto, não explica se será candidato ao Palácio do Planalto ou ao Senado pelo Paraná.
O Podemos também fez o anúncio pelas redes sociais, sinalizando que ele poderá disputar a Presidência da República. “Juntos poderemos construir um Brasil justo para todos”. O slogan consta do convite da filiação, confirmada para quarta-feira que vem. O Podemos tem nove senadores, 11 deputados federais e 24 federais.

Tudo certo: Sergio Moro escolhe o Podemos. A chegada dele reforça a luta do Podemos por um Brasil mais sério, mais justo e igualitário. A cerimônia será dia 10, às 9h, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília, e vai reunir políticos de vários partidos, empresários e representantes da sociedade civil”, diz mensagem do partido.

Moro desembarcou neste fim de semana no Brasil, vindo de Nova York (EUA), onde mora. Existe a possibilidade de que dispute a vaga no Senado Federal de Álvaro Dias (Podemos-PR). O parlamentar afirmou que não se manifestará sobre o futuro de Moro até que ele se filie ao seu partido.

O ambiente no partido é de entusiasmo. “Estamos extremamente honrados e felizes com o ingresso de Sergio Moro ao nosso Podemos. Muito nos orgulha tê-lo nas fileiras do Podemos, por tudo o que ele representa e já fez pelo país. Trata-se de uma pessoa singular, íntegra e muito capacitada”, disse a presidente nacional da legenda, a deputada federal Renata Abreu (SP).

“Não temos dúvida de que ele é uma das principais opções”, afirma o deputado Igor Timo (Podemos-MG). Sobre um possível lançamento de pré-candidatura, ele garante que “já existe um processo de articulação nesse sentido”. O parlamentar também afirma que o ex-juiz representa um dos valores do partido, o combate à corrupção. “Um dos maiores males da política hoje é a corrupção, não temos um representante com tamanha envergadura que tenha em seu DNA esse combate à corrupção”, considera.

Terceira Via

Especialistas ouvidos pelo Correio Braziliense/Estado de Minas reconhecem o potencial de voto do ex-juiz Sergio Moro, mas ressaltam que o ex-ministro só deverá se consolidar como terceira via e alternativa à polarização entre o presidente Jair Bolsonaro e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se houver menos nomes na disputa pelo Palácio do Planalto. Na avaliação do cientista político Felipe Nunes, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e diretor da empresa de pesquisa Quaest, Moro pode chegar a 30% das intenções de voto caso ocorra uma aglutinação das candidaturas atuais.

Deixe um comentário

Leia também

Primeiros imigrantes são enviados de volta ao México na retomada do esquema “Fique no México” da era Trump

JSNEWS (Com Reuters e APNEWS) – Dois imigrantes foram devolvidos ao México pelas aut…