Home Biden Proprietários de um restaurante na Califórnia negam servir policiais por ‘se sentirem desconfortáveis’
Biden - Cultura - Local - Policial - 12/06/2021

Proprietários de um restaurante na Califórnia negam servir policiais por ‘se sentirem desconfortáveis’

JSNEWS – Os donos do restaurante Rachel Sillcocks e Kristina Liedags Compton, na cidade de São Francisco no estado Americano da Califórnia, pediram desculpas por negar servir três policiais uniformizados em seus restaurante na ultima sexta-feira e de acordo com o site ABC7 NEWS, os sócios dos sócios do restaurante alegaram que a presença dos policiais em seus estabelecimento estava deixando seus clientes e funcionários desconfortáveis.

Inicialmente os sócios Rachel Sillcocks e Kristina Liedags Compton, negaram o fato de que os policiais tivessem sido expulso do estabelecimento, porem em uma postagem numa social eles disseram que os eles não foram servidos porque, “não permitimos armas em nosso restaurante e estávamos desconfortáveis com elas e pedimos para eles irem embora. Não tem nada com o fato deles serem policiais”, acrescentando que não é uma manifestação anti-policial de que qualquer pessoa é bem vinda ao estabelecimento desde que porte armas.

Em uma outra postagem os sociais se desculparam pelo incidente. “Cometemos um erro e pedimos desculpas pelo infeliz incidente da sexta-feira, quando pedimos aos membros do Departamento de Polícia de São Francisco deixarem nosso restaurante”, disseram os sócios do restaurante. Eles também expressaram simpatia pelas pessoas que expulsaram. “Somos gratos a todos os membros da força que trabalham duro para nos manter seguros, especialmente durante esses tempos desafiadores.”

Rachel Sillcocks e Kristina Liedags Compton também disseram que espera que o incidente seja um “momento de ensino”.

O aplicativo Yelp, uma plataforma de avaliação on line de restaurantes, anunciou que suspendeu temporariamente que cliente façam recomendações do estabelecimento avaliando a qualidade de serviços prestados alegando “aumento da atenção do público”.

“Esse negócio recebeu recentemente maior atenção do público, o que muitas vezes significa que as pessoas vêm a esta página para postar suas opiniões sobre as notícias. Embora não tomemos uma posição de uma forma ou de outra quando se trata deste incidente, nós temporariamente desativamos a postagem de conteúdo para esta página”, informa um aviso do Aplicativo Yelp.

Após o incidente dessa sexta-feira o restaurante recebeu uma série de críticas e diversas postagens circularam nas redes sociais, uns apoiando a atitude dos proprietários do restaurante em negar servir os policiais que estavam de plantão e outras criticando a atitude dos sócios, dizendo que isso era uma atitude discriminatória contra essa classe de trabalhadores em meios a pedidos de boicote ao estabelecimento.

O chefe do Departamento de Polícia de São Francisco, William Scott, disse em um post no Twitter no sábado que achou o incidente “desanimador e pessoalmente decepcionante”.

“O Departamento de Polícia de São Francisco defende a segurança e o respeito, mesmo quando isso significa respeitar os desejos que nossos policiais e eu acho que isso é desanimador e pessoalmente decepcionante”, disse Scott no Twitter.

Deixe um comentário

Leia também

Sports Total – De Canela

Por: Alfredo Melo info@jornaldossportsusa.com 1 Segundo alguns torcedores do Galo, inconfo…