Home Local Prefeito de Fall River é preso por FRAUDE
Local - 10/12/2018

Prefeito de Fall River é preso por FRAUDE

O jovem prefeito de Fall River, Jasiel Correia, 26 anos, foi preso na quinta-feira, 11, por agentes federais e acusado de 13 delitos federais de fraude

O gabinete do procurador dos Estados Unidos diz que Correia, é acusado de fraudar investidores e usar o dinheiro para pagar por seu ‘estilo de vida pródigo’ e em campanha política. Andrew Lelling, promotor federal, disse que Correia usou o dinheiro dos investidores em itens como passagens aéreas, hotéis de luxo, cassinos e entretenimento para adultos. Correia também comprou uma Mercedes Benz e jóias para uma ex-namorada.

“Não se tratava de erros de contabilidade ou investimento”, disse Lelling, sobre Jasiel Correia que foi eleito prefeito de Fall River aos 23 anos em novembro de 2015, depois de servir no conselho da cidade por dois anos. Promotores federais dizem que antes disso, em 2012, ele criou uma empresa chamada SnoOwl, que tinha como objetivo desenvolver um aplicativo para conectar empresas locais com clientes potenciais e começou a procurar investidores.

A fraude teve início em aproximadamente janeiro de 2013, e continuou pelo menos até maio de 2017. Jasiel Correia perpetrou um esquema para defraudar os investidores da SnoOwl fazendo falsas representações e desviando uma parcela significativa dos fundos dos investidores para si mesmo, enquanto negligenciava o desenvolvimento da empresa para se concentrar em sua carreira política, escreveram os promotores na acusação.

“Dos cerca de US$ 363.690 que Correia recebeu dos sete investidores individuais da SnoOwl, ele usou pelo menos US$ 231.447, aproximadamente 64% de todo o dinheiro investido, para fi nanciar seu próprio estilo de vida luxuoso, sua carreira política e as necessidades de seus outros empreendimentos”, disse o promotor Andrew Lelling. Jasiel Correia foi indiciado em tribunal federal em Boston, onde um juiz ordenou que ele fosse libertado com seu caso continuado até o dia 6 de dezembro.

Correia negou as acusações e disse que não renunciaria ao cargo. “Eu não fi z nada de errado, se olharem para o meu histórico como prefeito, tudo o que se verá serão resultados positivos”, disse o político na quinta- -feira diante do tribunal. Investigadores dizem que o prefeito também apresentou declarações fi scais falsas em 2013 e 2014 e nunca mencionou a SnoOwl nesses documentos. Os promotores alegam que Correia suas declarações em maio de 2017 depois de saber que ele e a SnoOwl eram alvos de uma investigação federal.

O agente especial do FBI Harold Shaw, responsável pelo caso chamou as ações de Correia de “desonestas, sem vergonha e gananciosas”. “Jasiel Correia não respeitou os limites entre seus negócios privados e os deveres públicos, usando fundos de investidores como seu caixa eletrônico pessoal, sistematicamente saqueando quase um quarto de US$ 1 milhão. O prefeito Correia trouxe vergonha e constrangimento imerecido para a cidade de Fall River”, disse Shaw. O prefeito de Fall River já havia apoiado a candidatura do governador Charlie Baker e da vice-governadora Karyn Polito para a reeleição em novembro.

Após a prisão de Correia, o endosso foi removido do site da campanha. “O governador Baker e a vice- -governadora Polito acreditam que essas acusações federais são muito sérias e continuarão a trabalhar com as autoridades locais e com o pessoal de Fall River para garantir que a cidade tenha a representação e liderança que merece, à medida que esse processo legal avança”, disse Terry MacCormack, porta-voz da campanha de Polito. Jasiel Correia é fi lho de um cabo-verdiano e de uma professora açoreana.

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Leia também

Secretário de Justiça diz que não há evidências de fraudes em eleições presidenciais

O secretário de Justiça William Barr, desmentiu o presidente Donald Trump, na terça-feira,…