Home Local Plano de reabertura do Estado já está funcionando desde segunda-feira, 18
Local - 05/22/2020

Plano de reabertura do Estado já está funcionando desde segunda-feira, 18

O Governador Charles Baker anunciou na segunda- -feira, 18, seu plano para a reabertura do Estado, que terá quatro fases com duração de três semanas cada uma. “Stay Home Guidelines”, é o plano que teve a participação de um conselho formado por 18 pessoas, que foram lideradas pela vice-governadora Karen Polito e que teve a participação de diversas pessoas que representaram variados setores da sociedade, como médicos, empresários, líderes religiosos e comunitários, entre outros.

Na fase 1, a partir do dia 18 de maio, reabrem as igrejas e os templos religiosos com 40% da capacidade, indústrias de de manufaturados, obras de construção e os hospitais abrem para atender outras doenças e enfermidades. Ainda na fase 1, abrem no dia 25 de maio, os laboratórios, escritórios, lojas de animais, salões de beleza e cuidados estéticos – porém com horário marcado com antecedência, praias e parques podem abrir, estabelecimentos comerciais devem atender na calçada, drive in, teatros, pesca e parques zoológicos. No dia 1 de junho, abrem os escritórios e repartições em Boston.

Fase 2: dia 8 de junho, abrem as praças e locais de práticas de esportes, piscinas, lojas com capacidade limitada, restaurantes com capacidade limitada, spas, manicure e massagens.

Fase 3: dia 29 junho, artes e entretenimento, cassinos, museus e academias.

Fase 4: dia 20 de julho, tudo aberto com o novo normal Porém, as empresas devem implementar padrões de segurança determinados pela administração Baker antes de reiniciar a produção de itens não essenciais.

As empresas em todo o estado que podem reabrir na Fase 1 do plano devem primeiro adotar padrões de segurança, que incluem medidas de distanciamento social e práticas de desinfecção de rotina. As fabricantes que foram considerados essenciais e permaneceram abertos têm até 25 de maio para implementar os padrões de segurança que a administração Baker introduziu no início deste mês.

Enquanto isso, eles podem continuar a fornecer serviços essenciais, mas não podem retomar as operações normais antes de adotar os padrões de segurança e exibir um certificando atestando o mesmo. Para os fabricantes, isso significa mudanças surpreendentes, estabelecendo marcadores com um metro e meio de distância, melhorando a ventilação do ar, movendo-se em torno de móveis em salas de descanso e exigindo equipamentos de proteção, entre outras regras.

Os empregadores devem garantir que os trabalhadores tenham acesso a sabão e água corrente para que possam lavar as mãos com freqüência. Eles podem usar desinfetantes para as mãos com pelo menos 60% de álcool como alternativa.

Depois de implementar esses padrões, eles também devem exibir um certificado de conformidade para que funcionários e clientes vejam. Se as empresas não seguirem os padrões, o tenente-governador Karyn Polito disse na segunda-feira que um funcionário ou cliente deve entrar em contato com o conselho local de saúde, que trabalharia com as autoridades estaduais de saúde para investigar a queixa. Polito não discutiu nenhum recurso para os funcionários preocupados com uma possível retaliação.

Deixe um comentário

Leia também

Facebook toma medidas contra grupos com discursos de ódio ou desinformação

O Facebook apresentou na quinta-feira, 17, uma série de medidas contra grupos privados que…