Home Local Operação do ICE prende 19 imigrantes; quatro brasileiros estão entre os detidos
Local - 4 semanas atrás

Operação do ICE prende 19 imigrantes; quatro brasileiros estão entre os detidos

Agentes do U.S. Immigration and Customs Enforcement (ICE) realizaram recentemente uma operação que durou quatro dias em Massachusetts

Agentes do U.S. Immigration and Customs Enforcement (ICE) realizaram recentemente uma operação que durou quatro dias em Massachusetts que culminou na prisão de 19 imigrantes indocumentados que haviam sido condenados ou acusados anteriormente de diversos crimes e delitos. Alguns deles haviam sido liberados pelos departamentos de polícias locais sem que as autoridades de imigração fossem previamente informadas.

“Essa operação demonstra claramente os esforços contínuos do ICE na busca por estrangeiros criminosos que cometeram crimes graves envolvendo drogas e que obviamente representam perigo à segurança pública”, disse Todd Lyons, diretor do ICE na jurisdição de Boston. Vários dos detidos haviam sido condenados por crimes envolvendo drogas, incluindo a venda e distribuição de fentanyl e heroína.

Ele foi libertado da custódia do Estado em março, aproximadamente, embora um detentor do ICE estivesse arquivado junto às autoridades locais. Os detidos na operação permanecerão sob custódia da ICE enquanto aguardam suas audiências no tribunal de imigração. Em 3 de novembro, o ICE prendeu um cidadão de Cabo Verde em Brockton.

Ele tem várias condenações anteriores por posse e distribuição crack, vandalismo e duas acusações de entrada ilegal nos EUA, porte de cocaína e heroína, invasão de propriedade, entre outros. Em 4 de novembro, o ICE prendeu uma brasileira em Weymouth. Ela tem acusações pendentes de agressão e tentativa de homicídio.

Ela permanecerá sob custódia do ICE, aguardando o processo de remoção. Em 4 de novembro, a ICE prendeu um estrangeiro fugitivo de Cabo Verde em Brockton. Ele tem condenado por distribuição de cocaína e recebeu ordem de remoção dos Estados Unidos em 2011, mas não foi embora. Ele permanecerá sob custódia do ICE, aguardando remoção.

Em 4 de novembro, o ICE prendeu um cidadão dominicano em Lowell. Ele está com acusações pendentes por tráfico de cocaína e identidade falsa e foi deportado em 2018 e posteriormente reentrou ilegalmente e foi acusado por isso em uma corte federal de reinserção após a deportação. Atualmente, ele está sob custódia do U.S. Marshals.

Em 4 de novembro, o ICE prendeu um cidadão de Cabo Verde em Brockton. Ele tem condenações por posse de cocaína e oxicodona com a intenção de distribuição e condenações por armas de fogo e permanecerá sob custódia da ICE enquanto aguarda seu processo de imigração. O ICE tem criticado as autoridades de segurança locais que se recusam a acatar os pedidos de detenção emitidos pelo órgão e liberam os detidos sem informar as autoridades migratórias.

“Quando as agências de segurança falham em acatar os pedidos de prisão e liberam criminosos perigosos nas ruas, isso compromete a capacidade do ICE de manter a segurança pública e cumprir sua missão. O Congresso não estabeleceu nenhum processo, exigência ou expectativa direcionando o ICE a solicitar um mandado judicial de tribunais federais já sobrecarregados antes de tomar a custódia de um estrangeiro por violações da imigração civil.

Essa idéia é simplesmente uma invenção criada por aqueles que desejam minar a imigração e desculpar as práticas mal concebidas das jurisdições dos santuários que colocam a política antes da segurança pública”, informou um comunicado emitido pelo órgão.

Deixe um comentário

Leia também

Uber tem cerca de 6 mil denúncias de agressões sexuais nos EUA entre 2017-2018

Cerca de seis mil agressões sexuais foram relatadas entre 2017 e 2018 por usuários e motor…