Home Local ‘Malandragem USA’ é acusado de agressão sexual
Local - 02/08/2019

‘Malandragem USA’ é acusado de agressão sexual

Jehozadak Pereira

A aparente vida louca, desregrada e de extrema ostentação de Danilo Portugal Ramscheid, o ‘Malandragem USA’ foi o que provocou a sua prisão e problemas judiciais. Foi a partir de uma festa que aconteceu no dia 12 janeiro deste ano da qual um post publicado em uma rede social atraiu mais atenção do que o esperado. Na ocasião da festa, a polícia de Winchester, Massachusetts foi chamada pelos vizinhos e com a permissão de “Malandragem USA’, entrou na sua casa para retirar alguns dos convidados, permanecendo apenas um pequeno grupo.

Entre os convidados que ficaram na festa, estava uma estudante de 17 anos, com quem Danilo se encontrava há alguns meses. Na busca que a polícia fez na residência em janeiro, encontrou uma gravação de uma relação sexual de ‘Malandragem USA’, com a estudante, feita na noite da festa, gravação que foi parar nas redes sociais, e que não era do conhecimento da menor de idade. Na segunda-feira, 4, Danilo foi preso e acusado de ‘expor uma criança em um ato sexual, fotografar uma pessoa nua sem o seu consentimento e posse de pornografia infantil’.

Em uma audiência na Corte Distrital de Woburn, Massachusetts, na terça-feira, 5, ‘Malandragem USA’, teve a sua fiança fixada em US$ 10 mil em dinheiro e com condições. Danilo está preso na Middlesex Jail and House of Correction in Billerica. Uma nova audiência está marcada para o dia 27 de fevereiro. Nos documentos judiciais, constam que Danilo Portugal Ramscheid é motorista de aplicativo e ‘YouTuber’, e que teria feito investidas contra a estudante desde o primeiro encontro entre ambos, atitudes que foram rechaçadas pela garota.

A estudante disse em depoimento que havia ingerido bebidas alcoólicas na festa de 12 de janeiro, deixando claro para o brasileiro que não queria nenhuma intimidade com ele, mas que em determinado momento foi levada para uma sala que tem uma fechadura de impressões digitais e três câmeras de vídeos apontadas para a cama.

A garota que não teve a sua identidade revelada, disse para a polícia que foi agredida sexualmente e que não consentiu em ser filmada. No seu depoimento, ‘Malandragem USA’ afirmou que a garota queria fazer sexo com ele e que as câmeras apontadas para a cama, era para sua proteção e para que ninguém pudesse acusá-lo de estupro.

Os relatos policiais apontam que ‘Malandragem USA’ tem o seu visto de permanência nos Estados Unidos vencido e que a casa onde mora com um irmão e a namorada deste é alugada. A Valhalla Services Inc, uma empresa registrada no Estado em nome de Danilo Portugal Ramscheid tem 14 veículos registrados no seu nome, e no endereço da casa consta o registro de 26 carros, que seriam alugados para que outras pessoas pudessem trabalhar como motoristas de aplicativos pagando diárias para o ‘Malandragem USA’, que também seria um ‘assessor’ e facilitador de vantagens para recém-chegados do Brasil mediante o pagamento de taxas e serviços cobrados por ele.

A notícia da prisão de Danilo Portugal Ramscheid provocou grande repercussão e milhares de reações nas redes sociais. O Department of Homeland Security (DHS) investigou-o por suspeitar de ele estivesse envolvido em atividades ilegais. Com informações do Wicked Local Winchester.

Deixe um comentário

Leia também

AutoMax é sucesso de vendas em setembro e faz doação para a Ong Aspca

Um dos mais conceituados dealers da comunidade brasileira em Massachusetts, a AutoMax que …