Home Local Escolas Públicas de Boston anunciam cronograma provisório para retorno as aulas presenciais em meio à pandemia
Local - 1 semana atrás

Escolas Públicas de Boston anunciam cronograma provisório para retorno as aulas presenciais em meio à pandemia

O cronograma provisório para o retorno dos alunos às salas de aula começa em fevereiro

Da Redação – As Escolas Públicas de Boston anunciaram na segunda-feira um cronograma provisório para o retorno de mais alunos as aulas de ensino presencial em meio à pandemia de coronavírus.

O cronograma proposto para o retorno de alunos cujas famílias tenham selecionado o aprendizado híbrido é o seguinte:

  • 1º de fevereiro para todos os alunos que se qualificaram para alta prioridade presencial;
  • 1º de março e 4 de março para alunos do K0 ao 3º ano;
  • 15 e 18 de março para alunos da 4ª à 8ª série;
  • e 29 de março e 1º de abril para alunos da 9ª à 12ª série.

Se necessário, cada uma das fases pode ser adiada por uma a duas semanas com base no ambiente de saúde pública.

Durante a pandemia, trabalhamos diligentemente para implementar o planejamento adequado e medidas de segurança para permitir que mais alunos retornassem para o aprendizado presencial, porque entendemos a importância de fornecer uma gama de opções de aprendizado para as famílias Sob a liderança do Superintendente, em parceria com o Presidente Tang, sou grato que BPS e BTU (Boston Teachers Union) chegaram a um acordo significativo que descreve o retorno ao aprendizado presencial para alunos adicionais de maneira segura e sustentável”, disse o prefeito Martin Walsh em um comunicado.Estou ansioso para receber mais alunos e professores de volta aos prédios da escola, ao mesmo tempo em que continuo comprometido com o sucesso contínuo da aprendizagem remota para as famílias que preferem essa opção”, finalizou.

Através do acordo de todo o sistema, BPS, BTU e a Comissão de Saúde Pública de Boston estenderão os protocolos de saúde, segurança e pessoal para a futura reabertura de todos os edifícios escolares. Esses protocolos e padrões já estão em vigor nas 32 escolas abertas atualmente.

Algumas dessas políticas incluem:

  • Limitar o número de alunos e funcionários em um prédio ao mesmo tempo para garantir o distanciamento social;
  • Fornecimento de purificadores de ar em salas de aula, escritórios e áreas comuns ou filtros HVAC de grau mais alto em escolas com sistemas HVAC; e
  • Entrega de equipamento de proteção individual adicional às escolas para alunos e funcionários; oferecer acesso a testes COVD-19 gratuitos para professores no local ou nas proximidades de sua escola;
  • Expandir um programa piloto para o teste COVID-19 dos alunos.

Deixe um comentário

Leia também

Filho de brasileiros é indiciado pelo FBI por ter invadido Capitólio em apoio a Trump

Da redação – Samuel Camargo, de 26 anos, foi indiciado pelo FBI (polícia federal ame…