Home Local Democratas conseguem o controle do Senado dos EUA e abrem caminho para o mandato de Biden
Local - Novo Normal - Política - Trump - 2 semanas atrás

Democratas conseguem o controle do Senado dos EUA e abrem caminho para o mandato de Biden

O resultado abre caminho para o mandato do presidente eleito, Joe Biden, que, pelo menos pelos próximos dois anos, governará com as duas câmaras legislativas, a dos Representantes e o Senado. Desta forma, ele terá facilidade em aprovar medidas importantes. Na quarta-feira, dia 06, os Estados Unidos enfrentaram um dia tenso.

Enquanto de um lado, o estado da Geórgia decidia o futuro do senado norte-americano, do outro, centenas de eleitores de Trump invadiam o Congresso como sinal de revolta pela derrota do republicano. Mas a derrocada da autonomia do partido Republicano sofre mais um duro impacto quando os Democratas conseguiram vencer nas eleições da Geórgia.

O resultado abre caminho para o mandato do presidente eleito, Joe Biden, que, pelo menos pelos próximos dois anos, governará com as duas câmaras legislativas, a dos Representantes e o Senado. Desta forma, ele terá facilidade em aprovar medidas importantes. Com a vitória do reverendo Raphael Warnock e do documentarista Jon Ossoff, o Senado será composto por 50 republicanos e 50 democratas (dois deles independentes).

A próxima vice-presidenta, Kamala Harris, exercerá o voto decisivo nos casos de empate. Este resultado vem depois de uma campanha tensa, marcada pela ofensiva de Trump para anular o resultado das eleições presidenciais brandindo acusações infundadas de fraude em massa. Com a recuperação do Senado depois de seis anos de maioria republicana, os democratas deram outro basta à era Trump, embora o resultado apertado reflita a necessidade de consensos.

A vitória democrata na Geórgia também marca o fim do reinado do dirigente republicano Mitch McConnell na Câmara Alta, que passará a ser o líder da minoria. McConnell foi durante anos o muro no qual a Administração de Obama se chocou em seus últimos anos, um veterano político orgulhoso do apelido de La Parca [A Morte], por sua capacidade de enterrar projetos da oposição. A maciça participação da comunidade afro-americana e a mobilização dos jovens foram fundamentais para a vitória de Warnock, que enfrentou a senadora republicana Kelly Loeffl er, de 50 anos, e de Ossoff, de 33, que disputou uma vaga contra David Perdue, até o último domingo senador republicano, de 70 anos.

A imigração para a capital e para as áreas residenciais de minorias étnicas e profissionais da indústria cinematográfica favoreceu o Partido Democrata. O núcleo da área metropolitana de Atlanta vem se expandindo rapidamente há uma década e agora representa quase metade do eleitorado do Estado. Esse crescimento do capital progressista conseguiu ganhar o braço de ferro contra a zona rural do Estado, conservadora.

A eleição dos senadores pela Geórgia acontece em uma semana intensa para a política norte-americana. Nesta quarta-feira terá lugar a certificação de Biden como vencedor da eleição presidencial, em uma sessão bicameral no Capitólio, e um grupo cada vez maior de senadores e congressistas republicanos planeja torpedeá-la, embora não tenha votos suficientes para realizar mais do que um ato de rebeldia contra a vontade que os cidadãos norte-americanos expressaram nas urnas.

Deixe um comentário

Leia também

‘Quem decide se um povo vai viver democracia ou ditadura são as Forças Armadas’, diz Bolsonaro um dia após derrota política sobre vacina

FOLHAPRESS – Pressionado pelo fracasso de seu governo no enfrentamento da pandemia d…