Home Local Casos de COVID-19 aumentaram 35% em uma semana em MA
Local - 1 semana atrás

Casos de COVID-19 aumentaram 35% em uma semana em MA

Os novos casos de COVID-19 em Massachusetts na semana passada aumentaram 35% em relação à semana anterior. As hospitalizações por COVID-19 subiram para 917, incluindo 181 pacientes em terapia intensiva enquanto que o Estado de Massachusetts relata 2.532 novos casos, computando 27 mortes, conforme foi reportado pelas autoridades de saúde estadual, que confirmaram outros 2.532 casos de coronavírus na quinta-feira, 19, elevando o número de casos ativos em todo o estado para 34.664.

Os casos positivos de quinta-feira foram baseados em 92.139 novos testes moleculares, de acordo com o Department of Public Health (DPH). Já houve 192.050 casos confirmados de doença respiratória desde o início da pandemia, mostram os dados, elevando o número total de mortes para 10.204 desde o início da pandemia. A média de sete dias de testes positivos caiu ligeiramente para 3,17%. As comunidades de maior risco estão em vermelho.

Para comunidades com menos de 10.000 residentes, “cinza” é atribuído se houver 10 casos no total ou menos; “Verde” se houver até 15 casos; “Amarelo” se houver até 25 casos; e “vermelho” se houver mais de 25 casos. Para comunidades com entre 10.000 e 50.000 residentes, “cinza” é atribuído se houver 10 casos no total ou menos; “Verde” se houver menos de 10 casos médios por 100.000 residentes e mais de 10 casos; “Amarelo” se houver 10 ou mais casos por 100.000 residentes ou uma taxa de positividade do teste de 5% ou mais; e “vermelho” se houver 10 ou mais casos por 100.000 residentes e uma taxa de positividade do teste de 5% ou mais.

E para comunidades com mais de 50.000 residentes, “cinza” é atribuído se houver 15 casos no total ou menos; “Verde” se houver menos de 10 casos médios por 100.000 residentes e mais de 15 casos; “Amarelo” se houver 10 ou mais casos por 100.000 residentes ou uma taxa de positividade do teste de 4% ou mais; e “vermelho” se houver 10 ou mais casos por 100.000 residentes e uma taxa de positividade do teste de 4% ou mais.

Sessenta e duas cidades de Massachusetts são agora classificadas como de “alto risco” para a propagação do coronavírus com base em novas métricas que as autoridades de saúde estão usando para determinar os níveis de risco nas comunidades.

Essas comunidades incluem: Abington, Acushnet, Attleboro, Barnstable, Blackstone, Brockton, Chelsea, Chicopee, Clinton, Dartmouth, Dighton, Douglas, Dracut, Edgartown, Everett, Fairhaven, Fall River, Fitchburg, Framingham, Freetown, Hampden, Holyoke, Lancaster , Lawrence, Leominster, Lowell, Ludlow, Lunenburg, Lynn, Malden, Marion, Methuen, Milford, Nantucket, New Bedford, Norfolk, Northbridge, Peabody, Rehoboth, Revere, Rockland, Salisbury, Saugus, Seekonk, Shirley, Somerset, Southbridge, Southwick, Springfi eld, Sterling, Sutton, Swansea, Taunton, Templeton, Tisbury, Townsend, Tyngsbor o u g h , Uxbridge, West Springfi eld, Westport, Winchendon e Woburn.

Na semana passada, o número de cidades e vilas designadas de alto risco foi de 30 depois que o DPH anunciou mudanças na forma como classificam as comunidades no mapa estadual. O DPH informou que está mudando a forma como classifica as comunidades em risco de transmissão de COVID-19 no mapa estadual. As designações de risco – que são coloridas, cinza, verde, amarelo e vermelho com base nos níveis de infecção – agora são determinadas usando várias novas métricas para três categorias de população: comunidades com uma população de menos de 10.000; entre 10.000 e 50.000; e superior a 50.000.

Deixe um comentário

Leia também

Suprema Corte impede restrições a cultos religiosos em NY

A Suprema Corte proibiu na quarta-feira, 25, o governador do estado de New York a impor re…