Home Biden Governo dos EUA pede que as companhias aéreas sejam mais enérgicas com passageiros indisciplinados
Biden - Bizarro - Internacional - 09/21/2021

Governo dos EUA pede que as companhias aéreas sejam mais enérgicas com passageiros indisciplinados

JSNEWS – Administração da Aviação Federal dos USA (FAA) pede que as companhias aéreas façam mais para reprimir os passageiros indisciplinados enquanto as companhias aéreas norte americanas registra o aumento de ocorrências de relatos perturbadores envolvendo atos de violência e indisciplina por parte de clientes.

Em uma reunião com a American Airlines, Delta Air Lines, United Airlines e outras companhias aéreas nessa, a FAA disse às companhias aéreas que “acredita que uma ação adicional por parte das companhias aéreas e de todos os interessados ​​na aviação é necessária para impedir o comportamento inseguro”.

No ano passado, as companhias aéreas viram 4.385 relatos de passageiros indisciplinados, de acordo com dados da FAA. Destes, a grande maioria – 3.199 – está relacionada ao uso de máscaras (que os passageiros devem usar a bordo devido à pandemia de Covid-19).

A FAA também disse que manteve uma discussão com as principais companhias aéreas do país sobre “maneiras pelas quais a indústria pode trabalhar em conjunto para reduzir o número de incidentes incontroláveis ​​com passageiros”. As empresas têm uma semana, disse a FAA, para apresentar um relatório sobre as medidas concretas que tomarão.

A reunião acontece um dia depois de dois senadores democratas solicitarem que o Departamento de Justiça faça mais para processar passageiros que cometeram atos criminosos durante voos.

“Nos últimos meses, os incidentes envolvendo passageiros indisciplinados de companhias aéreas aumentaram dramaticamente”, escreveram os senadores Dick Durbin e Maria Cantwell em um carta ao procurador-geral Merrick Garland. “Esses incidentes colocam passageiros e tripulantes em perigo.”

A carta informava que a FAA já havia emitido mais de $ 1 milhão em multas ao longo do ano passado, mas disse que isso não era suficiente.

“Embora esses esforços sejam louváveis, as multas civis não são um impedimento suficiente para conter a recente onda de passageiros indisciplinados”, escreveram os senadores.

A violência nos aviões disparou desde o início da pandemia. De acordo com uma pesquisa, quase um em cada cinco comissários de bordo disseram que sofreram um “incidente físico” com um passageiro no ano passado.

Algumas empresas, incluindo American Airlines e Southwest Airlines, responderam proibindo ou suspendendo o álcool de seus aviões – especialmente após um incidente especialmente violento em maio que deixou um comissário de bordo sem dois dentes.

“Deixe-me ser claro”, escreveu Brady Byrnes, chefe do serviço de voos da American Airlines, em um memorando da empresa na época. “A American Airlines não tolerará agressão ou maus-tratos às nossas tripulações.”

Deixe um comentário

Leia também

57 mil detidos: número de brasileiros cruzando fronteira do México para EUA bate recorde

BBC NEWS BRASIL – O número de brasileiros cruzando ilegalmente a fronteira sul dos E…