Home Biden Estados Unidos começam a deportar imigrantes que estão abrigados debaixo da ponte no Texas
Biden - Imigração - 09/20/2021

Estados Unidos começam a deportar imigrantes que estão abrigados debaixo da ponte no Texas

REUTERS – Autoridades dos EUA transportaram imigrantes neste domingo, de avião, de uma cidade fronteiriça de Del Rio, no Texas, onde milhares de pessoas, majoritariamente haitianos, haviam se abrigados debaixo de uma ponte após cruzar o rio Rio Grande vindos do México.

Jornalistas da Reuters viram um ônibus branco escoltado por agentes da Alfândega e Proteção de Fronteiras dos EUA (CBP) entrar no aeroporto de Del Rio e, em seguida, um grupo foi embarca em um avião da Guarda Costeira. Uma fonte policial disse que as pessoas eram migrantes e uma fonte familiarizada com as operações do aeroporto disse que a aeronave estava indo para El Paso, no Texas.

Enquanto isso, Tom Cartwright, do grupo de defesa Witness at the Border, que rastreia os voos do órgão de imigração e fiscalização alfandegária (ICE) dos EUA, disse à Reuters que três voos deixaram o Texas –um de Laredo e dois de San Antonio– no domingo levando haitianos para o Haiti.

O Departamento de Segurança Interna (DHS) anunciou um dia antes que estava acelerando as deportações para o Haiti, enviando mais agentes do CBP para a área e adotando outras medidas para enfrentar o desafio humanitário e político representado por milhares de pessoas abrigadas em condições cada vez mais miseráveis ​​sob a ponte que liga Del Rio com Ciudad Acuña no México.

O aterro do lado do México estava repleto de garrafas de água e caixas de entrega, sinais das muitas pessoas que cruzaram o rio para os Estados Unidos para aguardar o processamento da imigração. Os migrantes estavam voltando ao México para comprar suprimentos para levar para o acampamento sob a ponte, mas pareciam não poder mais fazê-lo no domingo.

Um funcionário norte-americano disse, em condição de anonimato, à Associated Press (AP) que três voos partiram de San Antonio para Port-au-Prince.

Muitos dos imigrantes viveram na América Latina durante anos, mas agora procuravam asilo nos Estados Unidos, uma vez que as oportunidades econômicas no Brasil e em outras zonas diminuíram.

O primeiro-ministro do Haiti, Ariel Henry, escreveu no sábado, na rede social Twitter, que está preocupado com as condições no campo fronteiriço e que os migrantes são bem-vindos de volta. “Queremos tranquilizá-los que já foram tomadas medidas para recebê-los melhor no regresso ao país e de que não serão deixados para trás”, referiu na mensagem deixada na rede social.

No entanto, o primeiro ministro haitiano não adiantou detalhes sobre as medidas.

Deixe um comentário

Leia também

Embaixada americana divulga regras para brasileiros viajarem aos Estados Unidos

JSNEWS – O governo dos Estados Unidos anunciou nesta segunda-feira, 25, procedimento…