Home Biden Administração Biden vai admitir imigrantes que estavam esperando asilo no lado mexicano da fronteira
Biden - Imigração - 2 semanas atrás

Administração Biden vai admitir imigrantes que estavam esperando asilo no lado mexicano da fronteira

JSNEWS – Os solicitantes de asilo que foram obrigados a permanecer no México enquanto aguardam a resolução de seu caso nos Estados Unidos começarão a ser admitidos em território americano a partir dessa semana, anunciou na sexta-feira (12) o governo de Joe Biden.

No início de fevereiro, Biden instruiu o Departamento de Segurança Interna (DHS) a adotar ações para acabar com o polêmico programa Protocolos de Proteção ao Migrante (MPP em inglês) instaurado por seu antecessor, Donald Trump.

A iniciativa obrigou dezenas de milhares de requerentes de asilo a permanecer na fronteira à espera da resolução de seus casos, o que gerou uma crise humanitária na região, agravada pela pandemia de covid-19.

A partir de 19 de fevereiro, o DHS vai começar a primeira fase de um programa para restaurar o processamento seguro e ordenado na fronteira“, anunciou o Departamento em um comunicado no qual explica que a medida iniciará com pessoas que foram obrigadas a permanecer no México sob o MPP.

Para restabelecer o processo de pessoas na fronteira com o México, o DHS vai começar com os casos de quase 25.000 pessoas que têm casos ativos no do programa MPP. Entretanto a ONG American Immigration Council calcula que de janeiro de 2019, quando o programa começou a ser implementado, a dezembro de 2020 mais de 70.000 pessoas aguardam no México o tramite de seus pedidos de asilo.

O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, elogiou o fim do programa acordado com Trump, que em 2019 ameaçou seu país com tarifas se não impedisse o fluxo migratório.

López Obrador disse que o governo de Biden poderia criar um “canal legal de recepção de migrantespara receber mexicanos e centro-americanos.

A assessora de Biden para questões da fronteira com o México, Roberta Jacobson, especificou em entrevista coletiva que os migrantes do campo da cidade fronteiriça de Matamoros, no estado de Tamaulipas, terão prioridade.

O governo Biden também alertou aos imigrantes que estão no lado mexicano da fronteira para que eles “não devem tomar nenhuma ação no momento” e advertiu que “os que não são candidatos para esta fase do programa devem aguardar novas instruções e não viajar à fronteira”.

Apesar dos reiterados anúncios da administração Biden, um número crescente de pessoas foram presas ao longo da fronteira por entrada não autorizada nos Estados Unidos nos últimos 30 dias e de acordo com dados divulgados na quarta-feira pelo ICE foram feitas, em media, 3.000 prisões por dia em janeiro.

Os aumentos da pressão exercida pelo imigrantes na fronteira podem testar a capacidade do governo Biden de reverter totalmente as restrições da era Trump na fronteira sul daqui para frente.

Deixe um comentário

Leia também

Governo Federal decide comprar vacinas da Pfizer/BioNTec e Janssen

O Ministério da Saúde decidiu nesta quarta-feira (3) assinar contratos para compra de vaci…