Home EUA Rejeições de green card aumentaram 39% no ano fi scal 2017-2018
EUA - 2 semanas atrás

Rejeições de green card aumentaram 39% no ano fi scal 2017-2018

Por causa de novas políticas imigratórias do governo, rejeições de residências permanentes aumentaram no ano fi scal 2017-2018

O princípio de tolerância zero da administração Trump, também se aplica ao processo de verifi cação de antecedentes dos requerentes de visto ou residência permanente, alertam os advogados. Se uma pessoa não enviar os formulários como o governo quer, como o presidente advertiu em várias ocasiões, as chances de que uma petição ser rejeitas é muito grande.

A verificação exaustiva de antecedentes e as novas exigências implementadas após a chegada de Donald Trump à Casa Branca em 20 de janeiro de 2017, causou um aumento de 39% nas rejeições de pedidos de residência permanente (green card) nos anos fiscais de 2017 e 2018, revela um estudo. O relatório da National Foundation for American Policy (NFAP), elaborado com base na análise dos dados publicados pelo Departamento de Estado (DOS), também disse que a implementação de novas regras pesquisa exaustiva e as novas exigências de de documentos nos consulados americanos aumentou o número de imigrantes e solicitantes de vistos temporários aos quais foi recusada a entrada nos Estados Unidos.

A NFAP também disse que na comparação de dados descobriram que houve um aumento de 5% nas rejeições devido à elegibilidade de indivíduos que procuram vistos temporários. Em relação ao número de vistos emitidos, o relatório indica que o número de vistos temporários emitidos diminuiu 7% no ano passado, enquanto o número de green card emitidos diminuiu 5% em 2018 em comparação com os emitidos no ano anterior.

O estudo mostra que o número total de determinações de inelegibilidade para imigrantes que buscam residência permanente aumentou de 332.003 no ano fiscal de 2017 para 460.840 no ano fiscal de 2018. O número total de determinações de inelegibilidade para solicitantes de visto temporário (não-imigrantes) aumentou de 3.516.581 em 2017 para 3.706.541 em 2018.

A análise também adverte que residências permanentes e vistos poderiam continuar a declinar durante os anos fiscais de 2019 e 2020, devido às políticas restritivas da administração Trump, houve um aumento no percentual de rejeições tanto em pedidos de residência quanto em vistos. Rejeições de green card aumentaram 39% no ano fiscal 2017-2018 Por causa de novas políticas imigratórias do governo, rejeições de residências permanentes aumentaram no ano fiscal 2017-2018 Em 6 de março de 2017, menos de dois meses após Donald Trump assumir o cargo, a Casa Branca divulgou um memorando sobre maior detecção e verificação dos pedidos de vistos e estipulou um novo quadro sob a acusação pública prazo.

Ambas as mudanças são a base para a redução da emissão de vistos”, diz o estudo do (NFAP). O então procurador-secretário do Department of Homeland Security (DHS), John Kelly, disse que o memorando continha as diretrizes para ‘cumprir rigorosamente todos os motivos de inadmissibilidade existente e para garantir posterior cumprimento das leis relacionados após a admissão’ de um estrangeiro para o país.

Ao mesmo tempo, a ordem executiva ‘American Purchase, American Contract’ também desempenhou um papel e contribuiu para reduzir o número de imigrantes e titulares de vistos temporários admitidos, indica o relatório.

Deixe um comentário

Leia também

Religiosos são acusados de abuso de menores nos EUA

Em entrevista coletiva, o advogado Mark Pearlman disse que essa é a primeira vez em que um…