Home EUA Processo judicial sobre o colapso do prédio que matou 98 pessoas na Florida ira a julgamento em 2023
EUA - Local - 01/05/2022

Processo judicial sobre o colapso do prédio que matou 98 pessoas na Florida ira a julgamento em 2023

O prazo foi estendido após os advogados do condomínio argumentaram que os especialistas precisam de mais tempo para avaliar o que causou a queda do edifício Champlain Towers South de 12 andares em junho de 2021

JSNEWS – O processo judicial que envolve o desabamento de um condomínio na Flórida que matou 98 pessoas irá a julgamento em março de 2023, cerca de seis meses além do prazo que o juiz de Miami-Dade, Michael Hanzman, tinha originalmente planejado. O prazo foi estendido após os advogados do condomínio argumentaram que os especialistas precisam de mais tempo para avaliar o que causou a queda do edifício Champlain Towers South de 12 andares em junho de 2021.

Parte de prédio desmorona em Miami Beach — Foto: REUTERS/Marco Bello

O colapso das Torres Champlain, localizadas em Surfside, na Flórida, foi um dos piores desastres de edifícios da história dos EUA. Agências federais e estaduais estão investigando as causas do desabamento, mas provavelmente não chegarão a uma conclusão nos próximos meses.

A principal ação judicial movida em novembro alega que o trabalho em um edifício de condomínio de luxo adjacente, conhecido como Eighty Seven Park, danificou e desestabilizou uma das Torres Champlain que já estava precisando de grandes reparos estruturais.

Advogados de companhias de seguros das construtoras do prédio adjacente alegaram que data de julgamento incialmente estabelecida em setembro deste ano não permitiria que engenheiros e outros especialistas avaliassem completamente o que aconteceu.

A ação judicial alega que as escavação e outras obras do prédio de 18 andares, Park Eighty Seven, realizadas entre 2016 e 2019, causaram vibrações que enfraqueceram a estrutura instável ao lado. Os réus negaram que a construção do prédio foi responsável pelo desabamento. Eles alegaram em uma declaração anterior que as Torres Champlain foram “mal projetadas, mal construídas, significativamente subfinanciadas e mantidas inadequadamente”.

A propriedade onde ficava o Champlain Towers South está à venda por cerca de US$ 120 milhões.

O juiz Michael Hanzman disse aos advogados para não esperarem mais atrasos além de março do próximo ano. “Este tribunal não está funcionando sob algum cronograma de lazer. Este caso não será mais prorrogado.”

Deixe um comentário

Leia também

Consciência – uma breve reflexão

Por: Eliana Pereira Ignacio – Olá meus caros leitores, hoje venho falar de um tema a…