Home Economia Paraná vai dobrar a exportação de produtos para os Estados Unidos
Economia - EUA - Internacional - 12/17/2021

Paraná vai dobrar a exportação de produtos para os Estados Unidos

Com estrutura para atender empresários brasileiros dos mais diferentes setores, o escritório da FIEP/Invest Paraná está aparelhado para auxiliar os paranaenses que queiram fazer negócios com os EUA e Caribe

DIVULGAÇÃO – O primeiro passo para o aumento das exportações de produtos paranaenses para os Estados Unidos e, promover a internacionalização da marca “Paraná” foi dado, essa semana, quando começou a funcionar o escritório da Invest Paraná, em Miami, na Flórida.

( Foto : FIEP/ Invest Paraná, em Miami)

Com instalações físicas dentro da sede da APEX BRASIL e, sob o comando do advogado Alexandre Piquet que, também, é presidente das Câmara de Comércio Brasil Flórida, o escritório FIEP/ Invest Paraná vai atuar como um elo de ligação entre governo, a iniciativa privada do Paraná e o mercado internacional. Ligação, que, Alexandre Piquet, destaca, vai ser facilitada com a proximidade física entre Câmara, APEX e Invest Paraná.

Segundo, Piquet, o escritório já começou a prospectar investimentos econômicos para o Estado, e, está sendo dada ênfase na identificação de oportunidades de negócios, que, resultem na conquista de novas empresas e parceiros.
“O aumento da exportação, vai aquecer a economia do Paraná e, por consequência, gerar novos postos de trabalho no estado”, diz ele.

Eduardo Bekin, presidente da Invest Paraná, aposta, ainda, em um fator que deve pesar muito no sucesso das exportações dos produtos paranaenses : o uso consciente dos recursos energéticos e a aplicação de tecnologia de última geração para garantir produção com sustentabilidade usando energia limpa, água de reuso e politicas sociais adequadas.

Com estrutura para atender empresários brasileiros dos mais diferentes setores, o escritório da FIEP/Invest Paraná está aparelhado para auxiliar os paranaenses que queiram fazer negócios com os EUA e Caribe. Assim como, empresários americanos na busca por oportunidades de se instalar no Paraná e gerar novos postos de trabalho, como na localização de fornecedores e fabricas em condições de atender ao mercado internacional. Tanto na ajuda aos brasileiros como aos americanos, um sistema único de busca irá, em minutos, identificar e mapear fornecedores e fabricantes que atendam as necessidades dos investidores que buscam quer seja produtos manufaturados ou insumos.

“Isto é uma iniciativa inédita, um trabalho promissor para fomentar os negócios entre os Estados Unidos, Caribe e o estado do Paraná”, afirma Piquet.

Hoje, as maiores industrias do Paraná, estão, principalmente, no setor de alimentos, na produção de proteínas , são mais de 4 milhões e setecentas mil toneladas ano de aves, mais de um milhão e oitocentas mil toneladas ano de suínos. O Paraná é, hoje, o líder no território brasileiro na produção de pescado, respondendo por 21% das 802,8 mil toneladas produzidas pelo país de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e, este ano foi o estado brasileiro que mais exportou tilápias respondendo por 32% do que o Brasil ganhou com a exportação de pescados e o principal destino foi os Estados Unidos.

Deixe um comentário

Leia também

Justiça portuguesa autoriza extradição da doleira Nelma Kodama, presa em Portugal por tráfico de drogas

Da redação com G1 – O Tribunal da Relação de Lisboa (TRL) autorizou a extradição par…