Home EUA Obama declara apoio público a Joe Biden
EUA - 04/17/2020

Obama declara apoio público a Joe Biden

O ex-presidente Barack Obama declarou na terça-feira, 14, seu apoio público a Joe Biden, ao considerar o futuro candidato democrata à Casa Branca como alguém capaz de guiar os americanos nos "tempos mais sombrios"

“Acho que Joe tem todas as qualidades de que precisamos em um presidente neste momento”, disse Obama sobre quem foi seu vice- -presidente, em um vídeo de 12 minutos filmado em sua casa e publicado na internet. “Joe tem o temperamento e a experiência para nos guiar através de um dos nossos tempos mais sombrios e nos curar com uma longa recuperação”, acrescentou.

“É por isso que estou orgulhoso em apoiar Joe Biden para se tornar presidente dos Estados Unidos”. A resposta de Biden, de 77 anos, veio rapidamente com um agradecimento no Twitter. “Barack, este apoio significa o mundo para Jill e para mim”, disse Biden.

“Construiremos sobre o progresso que fizemos juntos e não há ninguém a quem prefira ter mais ao meu lado”, acrescentou o ex-vice-presidente. Ainda muito popular, o apoio de Obama é um grande impulso para o candidato de 77 anos, que desafiará as aspirações de reeleição de Donald Trump depois da desistência de Bernie Sanders na corrida pela indicação democrata na semana passada.

O posicionamento de Obama ocorre depois de Sanders declarar na segunda apoio a Biden. Biden foi o braço direito de Obama nos oito anos (2009-2017) em que ele chefiou a Casa Branca. O ex-vice-presidente enalteceu durante a campanha as boas relações com seu ex-chefe, um importante ativo entre os eleitores democratas.

Obama disse também nesta terça-feira que a escolha de Biden em 2008 foi “uma das melhores decisões” que havia tomado. Em um raro posicionamento anterior, Obama havia dito aos eleitores democratas em novembro de 2019 que as eleições presidenciais seriam disputadas no centro. Os americanos não acreditam “que devamos destruir completamente o sistema e começar de novo”, acrescentou, destacando que os Estados Unidos não são um país “revolucionário”.

Sem citar nomes, as palavras do ex-presidente pareciam evocar as de Sanders, partidário de uma “revolução” política. Mas em sua mensagem nesta terça, o ex-presidente por dois mandatos consecutivos também elogiou Sanders como um defensor de ideias progressistas e um candidato apaixonado, cuja energia e entusiasmo inspiraram milhões de jovens.

Deixe um comentário

Leia também

Secretário de Justiça diz que não há evidências de fraudes em eleições presidenciais

O secretário de Justiça William Barr, desmentiu o presidente Donald Trump, na terça-feira,…