Home Biden Família é expulsa de restaurante por infringirem o ‘código de vestimenta do estabelecimento’ ao usarem máscaras
Biden - Curiosidades - EUA - Local - Policial - Política - Saúde - 09/20/2021

Família é expulsa de restaurante por infringirem o ‘código de vestimenta do estabelecimento’ ao usarem máscaras

JSNEWS – Uma família de três pessoas, incluindo uma criança imunossuprimida, foi convidada a deixar um restaurante no Texas na semana passada depois de se recusarem a tirar as máscaras.

Natalie Wester e o marido decidiram sair com o filho de quatro meses para ir ao Rowlett’s Hang Time, um bar e restaurante no Texas acompanhados por amigos.

Eles foram convidados a tirarem as máscaras assim que entraram entrar no bar, mas, eles não puderam ouvir as instruções claramente devido à música alta e deixaram de lado, disse Wester em um post no Facebook. Meia hora depois, uma garçonete disse a eles para tirarem as máscaras por “razões políticas.
“O proprietário me mandou dizer isso porque sou mais legal do que ele. E sim, isso é político.”
Ela, a garçonete, então me disse que máscaras não são permitidas no estabelecimento, e eles podem fazer as regras porque ali é um negócio privado”, acrescentou a Sra. Wester.

A família recebeu uma explicação não científica de que uma máscara não funciona e que era semelhante a “usar uma cerca de arame para impedir a entrada de mosquitos e não dar às pessoas oxigênio suficiente”.

De acordo com as diretrizes do Centrosde Controle e Prevenção de Doenças (CDC), se uma pessoa não estiver totalmente vacinada e tiver dois anos ou mais, ela deve usar máscara em locais públicos fechados, e isso inclui bares e restaurantes.

A Sra. Wester disse que seu filho de quatro meses está imunocomprometido e precisará ser hospitalizado se ele contrair a infecção. Os pais optam por usar máscara sempre que saem, “o que não é muito frequente”, acrescentou.

O CDC diz: “Pessoas que têm uma doença ou estão tomando medicamentos que suprime o sistema imunológico podem não estar totalmente protegidas, mesmo que sejam totalmente vacinadas. Estas pessoas devem continuar tendo as precauções recomendadas para os não vacinadas, incluindo o uso de uma máscara, até que seja informado o contrário pelo CDC.”

O dono do restaurante, que se identificou como Tom, defendeu a política anti-máscara e afirmou que fazia parte do código de vestimenta. “Gastei meu dinheiro nesse negócio, meu sangue, meu suor e lágrimas, e não quero máscaras aqui”, disse ele, acrescentando que quem quiser usar máscaras é livre para recusar seu serviço.

Ele afirmou que a “ordem geral com máscaras é ridícula” nos Estados Unidos agora. Ele disse que ele e seus funcionários continuarão a aplicar a regra anti-máscara e informar as pessoas que entram em seu estabelecimento para abandonar as máscaras.

Ele também disse que não sabia sobre a condição imunossuprimido do filho da Sra. Wester.

Deixe um comentário

Leia também

EUA tem muitos empregos, poucos candidatos e salários em alta

AFP – Conseguir trabalhadores se tornou uma tarefa difícil nos Estados Unidos, onde …