Home EUA Empresa de construção é obrigada a pagar US$ 502 mil por violações trabalhistas
EUA - Local - 11/26/2021

Empresa de construção é obrigada a pagar US$ 502 mil por violações trabalhistas

Jehozadak Pereira
Anoticiausa

O Secretário Marty Walsh do U.S. Department of Labor, obteve uma sentença de consentimento contra a JKA Construction Inc., uma empresa que tem sede em Massachusetts, na qual os réus pagarão US$ 437.609,16 em salários atrasados a 250 funcionários, bem como uma penalidade civil de US$ 64.740,00 pela natureza intencional das violações de horas extras não pagas.

Conforme observado antes dessas atualizações periódicas, o Secretário Walsh obteve anteriormente uma ordem de restrição temporária contra a JKA Construction, Inc. porque a empresa retaliou, um funcionário e também obteve uma sentença à revelia naquele caso de retaliação que proibia permanentemente a JKA Construction, Inc., de praticar ou promover qualquer tipo de retaliação e também ordenar que o empregador pague ao funcionário que sofreu retaliação US$ 70.000,00 em danos punitivos.

O Secretário Marty Walsh e o U.S. Department of Labor, tem envidado todos os esforços para coibir o roubo de salários e verbas trabalhistas não pagas a trabalhadores, independentemente do status imigratório, já que quem trabalhou tem de receber cada centavo que tem direito.

O Centro do Trabalhador Brasileiro (CTB) tem sido um importante canal de ajuda a trabalhadores imigrantes que são recebem seus salários e outras verbas trabalhistas e todos os anos, a entidade ajudar na recuperação de milhares de dólares para trabalhadores lesados. A JKA recorreu da sentença que a corte distrital proferiu à revelia contra ela.

Deixe um comentário

Leia também

Preço médio da gasolina nos USA esta abaixo de US$4 pela primeira vez desde março

REUTERS – O preço médio da gasolina no varejo dos Estados Unidos caiu abaixo de 4 dó…