Home Biden Democratas dizem que estão dispostos a reduzir o custo do pacote de gastos sociais de Biden para U$ 2Tri
Biden - EUA - Novo Normal - Política - 1 semana atrás

Democratas dizem que estão dispostos a reduzir o custo do pacote de gastos sociais de Biden para U$ 2Tri

JSNEWS – A ala mais radical dos Democratas dos EUA sinalizaram nessa terça-feira,12, uma nova disposição de reduzir o custo, mas não o escopo, do plano multitrilionário do presidente Joe Biden para ampliar os programas sociais e combater as mudanças climáticas.

Os democratas centristas recusaram o valor inicial de US $ 3,5 trilhões do plano e como resultado, Biden enfrenta um difícil exercício de equilíbrio para tentar reduzir o custo sem contrariar os setores mais radicais de seu partido que também são essenciais para a aprovação do pacote e sustentação do seu governo.

Após uma reunião no início deste mês no Capitólio com seus colegas democratas, Biden sugeriu que o projeto poderia custar cerca de US $ 2 trilhões em 10 anos.

“Estamos preparados para negociar“, disse o senador Bernie Sanders, um Socialista radical independente que se alinha com os democratas em algumas de suas pautas. Ele inicialmente buscou a aprovação de US $ 6 trilhões.

Sanders também disse que já passou do tempo para que os senadores centristas Joe Manchin e Kyrsten Sinema digam ao resto do partido o que desejam no projeto de lei, que é a peça central da agenda doméstica do presidente Biden.

A chefe do Congressional Progressive Caucus, a deputada Pramila Jayapal, reclamou que os moderados não haviam articulado uma posição clara.

Entre as disposições de Jayapal, estão a expansão da assistência médica para crianças e idosos e investimentos significativos em tecnologia limpa, desde usinas de geração de energia elétrica a veículos elétricos para reduzir as emissões de carbono que seriam responsáveis ​​pelas mudanças climáticas. “Estamos esperando apenas alguns senadores nos dizerem qual é sua proposta”, disse Jayapal.

No dia anterior, a presidente da Câmara, Nancy Pelosi, deu sinais conflitantes sobre se os democratas cortariam programas específicos ou ajustariam o prazo para reduzir o custo do projeto.

Jayapal disse que seus quase 100 membros do Progressive Caucus deixaram claro que apoia a manutenção de todas as principais prioridades do projeto de lei, mas poderia reduzir o número de anos em que seriam eficazes.

Por exemplo, ela disse que a legislação poderia autorizar faculdade comunitária gratuita, creches e outros programas por menos de 10 anos. Mas ela disse que as medidas de mudança climática são necessárias por pelo menos uma década.

Biden deve viajar a Glasgow nas próximas semanas para uma reunião climática das Nações Unidas. Os democratas gostariam de concluir o trabalho neste enorme projeto de lei até o final de outubro, para que ele possa chegar armado com um conjunto significativo de metas climáticas promulgadas na lei dos EUA.

O Programa de Pagamento de Eletricidade Limpa de US $ 150 bilhões, que recompensaria as concessionárias de energia nos USA que adicionassem mais capacidade de energia limpa, como energia eólica e solar, e multaria as que não o fizessem, é um exemplo disso, disse Jayapal. “Por ser um programa voltado para o mercado, existem argumentos reais para mantê-lo por 10 anos”, disse ela.

Os democratas estão tentando obter o apoio de Manchin para o programa elétrico, ao qual ele se opõe há muito tempo, aumentando os créditos fiscais para usinas de carvão e gás natural que capturam e armazenam dióxido de carbono.

Ambos os programas poderiam apoiar as metas climáticas de Biden de descarbonizar a rede elétrica dos EUA até 2035 e a economia em geral até 2050.

Os democratas planejam empregar uma ferramenta especial de “reconciliação orçamentária” para encaminhar sua legislação ao Congresso sem o apoio dos republicanos, que normalmente podem usar seu status de minoria para bloquear projetos de lei.

Deixe um comentário

Leia também

EUA tem muitos empregos, poucos candidatos e salários em alta

AFP – Conseguir trabalhadores se tornou uma tarefa difícil nos Estados Unidos, onde …