COM ESTADO – O corpo encontrado no condado de Martin, na Flórida (EUA), no dia 15 de fevereiro, foi identificado pela polícia local como sendo de uma brasileira. Trata-se de Marurra Jimenez Santos, de 46 anos. As informações são da CBS.

“Estamos tratando o caso como homicídio. Há trauma no corpo, mas não podemos descartar que esse trauma tenha sido causado por predação animal”, afirmou em entrevista o xerife de Martin, William Snyder.

Marurra, que também era conhecida como Mattie Jimenez, foi encontrada por jardineiros em uma área de vegetação parcialmente escondida. Remoto, o local fica ao longo da Bridge Road.

De acordo com Snyder, não se sabe a causa da morte, mas a estimativa dos oficiais é de que o corpo foi desovado na região. Autoridades ainda informam que a vítima não possuía endereço fixo.

Segundo o xerife, ainda, não é raro que corpos sejam encontrados no local: “Na verdade, com o passar dos anos, todos nós da instituição sabemos que a Bridge Road tem sido utilizada para a desova”, diz Snyder.

O xerife ainda descartou que a morte tenha a ver com outro corpo de mulher encontrado na área, em outubro de 2018.

“Naquele caso, a perícia concluiu que o corpo foi desovado aqui após a mulher sofrer uma overdose em outro condado. Não me parece haver qualquer correlação”, finalizou o xerife.

Deixe um comentário

Leia também

Suicídios de sobreviventes de tiroteios preocupam comunidades nos Estados Unidos

REUTERS – As comunidades de Parkland, na Flórida, e Newtown, em Connecticut, estão e…