Home Biden Biden conversa com CEOs do Walmart, UPS e Target sobre gargalos
Biden - Economia - EUA - Novo Normal - Política - 4 semanas atrás

Biden conversa com CEOs do Walmart, UPS e Target sobre gargalos

(Bloomberg) O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, conversou na terça-feira com os diretores-presidentes do Walmart, United Parcel Service, FedEx e Target sobre como aliviar os gargalos da cadeia de suprimentos, segundo um funcionário da Casa Branca.

Biden e os executivos – Doug McMillon, do Walmart, Carol B. Tome, da UPS, Fred Smith, da FedEx, e Brian Cornell, da Target- falaram sobre possíveis medidas para acelerar as entregas e baixar os preços, disse o funcionário, sem dar mais detalhes.

Os executivos disseram ao presidente que as prateleiras estarão bem abastecidas para as festas de fim de ano, segundo a fonte. Biden está sob pressão para resolver o congestionamento da cadeia de suprimentos e aliviar as pressões inflacionárias com o início das compras de Natal.

Na terça-feira, o governo Biden anunciou um plano para diminuir os gargalos nos portos. O presidente planeja uma visita ao Porto de Baltimore para promover o projeto de infraestrutura aprovado pelo Congresso na semana passada para sua assinatura. As medidas incluem permitir que os portos gastem subvenções não utilizadas em projetos para reduzir o congestionamento, como pátios de armazenamento temporário de contêineres, e a promessa de lançar a primeira rodada de concessões portuárias do projeto de infraestrutura em 90 dias.

Biden destacou o plano de portos e o programa de infraestrutura na teleconferência com os executivos, disse o funcionário. A Casa Branca indicou que Biden assinará o projeto de lei na semana que vem.

Em comunicado na terça-feira, a rede varejista Target disse que a empresa tem “cumprido os compromissos assumidos com a Força-Tarefa de Cadeia de Suprimentos da Casa Branca para aumentar a eficiência e diminuir o congestionamento portuário. Isso incluiu aumentar nosso processamento noturno de contêineres, com base em nossas práticas existentes de movimentar cerca da metade de nossos contêineres à noite.”

“Apoiamos as ações do governo para reunir empresas, transportadoras e operadoras portuárias como forma de enfrentar os desafios da cadeia de suprimentos”, acrescentou a Target no comunicado.

UPS e Walmart não quiseram comentar. A FedEx disse em comunicado que o CEO e a empresa “apreciaram a oportunidade de discutir este importante assunto com o governo”.

A cadeia de suprimentos dos EUA está sob pressão da demanda recorde impulsionada pelo crescimento do comércio eletrônico, da escassez de trabalhadores e maiores gastos em bens materiais, já que os americanos evitaram viagens e passeios durante a pandemia.

As medidas de Biden incluíram acordos para que os portos de Los Angeles e Long Beach operem 24 horas e promessas de varejistas para expandir os próprios embarques.

 

Deixe um comentário

Leia também

Primeiros imigrantes são enviados de volta ao México na retomada do esquema “Fique no México” da era Trump

JSNEWS (Com Reuters e APNEWS) – Dois imigrantes foram devolvidos ao México pelas aut…