Home Esportes Sport Total – De canela
Esportes - 04/22/2022

Sport Total – De canela

Por: Alfredo Melo
info@jornaldossportsusa.com

1. Atenção, está surgindo no futebol brasileiro jogadores adeptos do “neologismo”. Na partida entre Flamengo x São Paulo, em entrevista após a partida, o jogador rubro-negro, João Gomes, ao se referir ao treinador Paulo Souza, o chamou de Mister. No jogo Ceará x Botafogo, em entrevista o jogador Erison chamou o treinador Luiz Castro de Mister. Pensando bem, esses gajos, estão transformando a palavra mister em sinônimo de português. Você agora ao se dirigir a um português pode chama-lo de mister, ou até mesmo, quando lhe perguntarem quem nasce em Portugal, poderá responder, mister…

2. O glorioso Botafogo, para alguns torcedores está deixando de ser a “cara da pobreza”. Sob o comando do bilionário americano John Textor, os hábitos no clube da Estrela Solitária, estão mudando. O time viajou para Fortaleza em voo fretado e ficou hospedado em hotel de luxo. Pode parecer pouco, mas é sinal de estrutura e valorização, além de descanso para os jogadores. Outro sinal é a camisa bonita, confeccionada pelo próprio clube, enquanto não assina com um novo fornecedor de material esportivo. A camisa limpa, sem tantos patrocinadores que pagavam “dinheiro de pinga” para expor suas marcas. Outras novidades, suporte para os microfones, durante as entrevistas no CT Lonier e fotografo acompanhando a delegação, como nos anos 1960 e 1970. Ao desembarcar no aeroporto de Fortaleza, os jogadores foram atenciosos com os torcedores e a imprensa, além de distribuírem brindes. Ah, o mais importante, o Botafogo venceu o Ceará por 3×1. Parece que as coisas andam mudando, lá pelas bandas de General Severiano.

3. Realmente a Páscoa é a época da renovação e da ressurreição e, isso foi visível no Maracanã, no domingo de Páscoa, antes da partida Flamengo x São Paulo. Os que articularam a queda de Rogério Ceni, no Flamengo, antes da partida fi zeram procissão até a área técnica do São Paulo, para abraçarem o treinador. São uns caras de pau.

4. A briga entre Adidas e São Paulo, ficou claramente demonstrada na partida contra o Juventude, pela Copa do Brasil. O São Paulo, desde setembro de 2021 não está aprovando nenhum material esportivo apresentado pela Adidas. Já recusaram modelo de camisa de tênis e até mesmo uma ação contra o racismo em conjunto com Flamengo e Internacional, clubes que tem contrato com a marca alemã. A diretoria do clube do Morumbi, alegou que as cores preto e branco são relacionadas aos rivais Santos e Corinthians. As peças de Inter e Flamengo são idênticas, padronizadas, com exceção do distintivo. A Adidas, em represália, tem diminuído a quantidade de material oferecida ao clube, o que levou o treina dor Rogério Ceni a usar a calça com o logo do antigo patrocinador. Eu jurava que as cores do São Paulo eram preto, branco e vermelho, mas a diretoria são-paulina, me mostrou que preto e branco são cores de Santos e Corinthians. Parece que essa praga das SAFs, é menos nociva que os dirigentes amadores.

5. As sanções impostas ao russo Roman Abramovich, oligarca russo, obrigou o bilionário russo a colocar em leilão o Chelsea da Inglaterra. O investidor Martin Broughton, ex-presidente da companhia aérea British Airways, abriu pacotes de R$ 60 milhões de reais, para co-investidores. Serena Williams e Lewis Hamilton, entraram na vaquinha juntamente, com outros famosos. A proposta de Martin Broughton é uma das três finalistas.

6. E o velho e bom Cruzeiro, continua carregando a sua cruz. Desta vez foi derrotado pelo Remo, por 2×1, na abertura da terceira fase da Copa do Brasil. A vaga para a próxima fase, obriga o Cruzeiro a derrotar o Remo no jogo de volta no Mineirão, sob pena da “canoa virar”. O que chateia é que o Remo é “Série C”.

7. Após o empate em 1×1 entre a Portuguesa-RJ e o Corinthians pela Copa do Brasil, partida disputada em Londrina, um repórter insinuou em entrevista com um jogador da Lusa Carioca, de que teria sido o time C do Corinthians, o jogador surpreendeu o repórter quando respondeu “Nós empatamos com o Corinthians pela Copa do Brasil. Os caras estavam vestidos com o uniforme do Corinthians, se escalaram time A, B ou C é problema deles”. Toma papudo.

Bem, até que enfim o Alfredo Melo assume a verdade que nunca quis calar: ele é o Gatinho Cruel, que agora sai de cena para dar lugar ao seu criador. Enorme criatura no sentido literal, na bondade, no caráter e no conhecimento profundo do futebol e das coisas boas da vida, inclusive pratos deliciosos. Ah, tem também a paixão pelo Botafogo cada dia maior…

Deixe um comentário

Leia também

Sport Total – De canela

Por: Alfredo Melo – info@jornaldossportsusa.com 1 Os profissionais do futebol contin…