FOLHAPRESS – Não foi com o brilhantismo de decisões anteriores, mas Tom Brady e o New England Patriots conseguiram de novo. Na nona vez em que disputaram o Super Bowl, veio o sexto título na NFL. O magro placar de 13 a 3 sobre o Los Angeles Rams foi suficiente e coloca a franquia no topo da lista de vencedores da temporadas de futebol americano. Agora, os Patriots estão empatados com o Pittsburgh Steelers. Mas, individualmente, Tom Brady é, sim, o soberano, já que se tornou o jogador com mais anéis da história da NFL.

Fato curioso é que a história de conquistas se iniciou em 2001 justamente contra os Rams, quando a franquia estava em Saint Louis. Ao lado do marido de Gisele Bündchen, caminhou o técnico Bill Belichick , que, aos 66 anos, é o mais velho a conquistar o Super Bowl. Não há dúvidas que essa dupla deu certo.

Em um jogo marcado pela eficiência defensiva de ambos os times, Brady, de 41 anos, teve muitas dificuldades. Um exemplo foi que o primeiro passe dele na partida foi uma interceptação. Se o astro do time estava em apuros, quem decidiu para os Patriots foi um calouro: o running back Sony Michel , de 23 anos. Foi ele que correu com a bola para romper a defesa dos Rams e entrar na endzone, no único touchdown da partida, marcado já no último quarto.

Embora Brady não tenha conseguido nenhum passe para TD, as conexões frequentes com o recebedor Julian Edelman fizeram com que o camisa 11 fosse eleito o MVP da partida. Foram 141 jardas conquistadas em 10 passes recebidos por Edelman.

Para os Rams, pesou a falta de experiência em algumas situações. O caso mais claro foi o passe interceptado dado por Jared Goff . Na campanha imediatamente após o TD dos Patriots, o quarterback de 24 anos arriscou uma bola longa, coube a Gilmore recuperar a bola para os Patriots. Já no fim, o time de Brady acertou um field goal e sacramentou a vitória.

O JOGO – A equipe do New England Patriots começou com domínio do jogo, mas sofreu com dois erros inesperados: Brady foi interceptado na primeira tentativa de passe e Stephen Gostkowski chutou para fora na linha das 45 jardas. O time não pontuou nas duas primeiras campanhas da partida. Com isso, o primeiro quarto terminou com predomínio total das defesas e o placar de 0 a 0. Fraca atuação de Brady, que poderia ter sido interceptado mais uma vez.

Os primeiros pontos dos Patriots foram marcados apenas no segundo quarto. Rob Gronkowski foi derrubado na linha de 42 jardas. No field goal, Stephen Gostkowski abriu o placar ao acertar o “Y” de maneira “chorada”. Restando dois minutos, o Patriots estava praticamente na metade do campo. O time teve volume de jogo, mas a defesa do Los Angeles apareceu nos momentos decisivos. Por outro lado, a equipe não conseguiu grandes avanços no ataque. Em função do grande trabalho das duas defesas, o placar foi de apenas 3 a 0 antes do intervalo.

No terceiro quarto, as defesas continuaram prevalecendo. Patrick Chung, safety dos Patriots, recebeu atendimento e teve de deixar o campo de maca. O defensor, que fez um bom primeiro tempo, foi uma ausência sentida. Uma dos destaques foi wide receiver Julian Edelman, que fez um belo segundo tempo.

Faltando três minutos e 20 segundos para o final do terceiro quarto, Jared Goff foi derrubado por Dont’a Hightower. E o Los Angeles Rams conseguiu converter o field goal de 53 jardas, deixando o jogo empatado por 3 a 3. A partida atingiu um marca curiosa: das 18 posses de bola, foram 12 punts, lance em que um time não consegue avançar o necessário e devolve a bola para o adversário o mais longe possível de sua “área protegida”, a end zone.

O primeiro touchdown do Super Bowl aconteceu na metade do último quarto com Sony Michel para o New England Patriots. O placar marcava 10 a 3. Faltando 4min24, Brandin Cooks teve a oportunidade de fazer o touchdown, mas a defesa dos Patriots conseguiu impedir a recepção.

Faltando pouco mais de um minuto, Gostkowski chutou o field goal e aumentou a vantagem para 13 a 3. O título estava garantido para o Patriots.

Deixe um comentário

Leia também

Corinthians e Flamengo vencem rivais e são campeões estaduais

FOLHAPRESS – Com um gol de Vagner Love aos 43min do segundo tempo, o Corinthians sup…