Home Esportes Flamengo vira no fim, vence o River Plate e conquista a Libertadores pela segunda vez
Esportes - 3 semanas atrás

Flamengo vira no fim, vence o River Plate e conquista a Libertadores pela segunda vez

O grande herói foi Gabigol, autor dos dois gols do Flamengo na partida.

ESTADO – Foi com muita emoção, mas o Flamengo é bicampeão da Libertadores! Depois de ficar atrás no placar por quase todo o jogo, a equipe conseguiu a virada nos minutos finais e venceu o River Plate por 2 a 1 neste sábado, no Estádio Monumental de Lima, no Peru.

O grande herói foi Gabigol, autor dos dois gols do Flamengo na partida. No primeiro tempo, Borré abriu o placar para os argentinos. É o segundo título do Rubro-Negro na principal competição da América do Sul. O primeiro foi em 1981, em um time que contava com Júnior, Zico e outros grandes craques.

O jogo

O Flamengo começou a partida tentando tomar conta das principais ações ofensivas, com o River buscando esfriar a temperatura do duelo. Porém, conforme o tempo foi avançando, os argentinos passaram a se soltar mais. E conseguiram o primeiro gol aos 14. Nacho Fernández avançou pela esquerda e cruzou para a área. Arão e Gerson se atrapalharam, deixaram a bola passar e ela chegou em Borré, que bateu rasteiro para superar o goleiro Diego Alves e abrir o placar.

A desvantagem no placar não tirou a tranquilidade do Fla, que continuou com mais posse de bola, mas sem encontrar espaços para atacar. Os melhores momentos da equipe eram através de bolas paradas. Enquanto isso, o River mostrava toda a sua experiência e conseguia envolver os defensores brasileiros. Aos 36, após bela troca de passes, a bola chegou em Palacios, que arriscou de longe e por pouco não surpreendeu Diego Alves.

Na volta para o segundo tempo, o Flamengo conseguiu no primeiro minuto o que não obteve em toda a etapa inicial. Arrascaeta puxou contra-ataque e tocou para Gabigol, que finalizou de longe, testando o goleiro Armani, que conseguiu espalmar.

E por muito pouco o empate não saiu aos 11. Bruno Henrique fez jogada individual pela esquerda e cruzou na medida para Arrascaeta, que furou na hora de mandar para o gol. A zaga do River não conseguiu afastar e a bola ficou com Gabigol, que bateu em cima da marcação. Na terceira chance, Everton Ribeiro bateu no cantinho e Armani fez a defesa.

O Flamengo continuou insistindo. Aos 30, Everton Ribeiro cruzou da esquerda e Arrascaeta tentou de bicicleta. No rebote, Diego tentou o chute colocado e mandou para longe do gol.

O River voltou a assustar aos 35. Suárez fez a jogada pela direita, ganhou de Marí e rolou para trás. Palacios chegou chutando rasteiro e mandou para fora.

E quando parecia que as coisas se complicavam para o Flamengo, apareceu a estrela de Gabigol. Aos 43, Bruno Henrique encontrou belo passe para Arrascaeta, que cruzou na medida para o camisa 9, que mandou para o gol.

E foi novamente Gabigol quem fez o gol do título. Nos acréscimos, a zaga do River errou e o artilheiro chutou firme para decretar o bicampeonato da Libertadores para o Rubro-Negro.

Escalações:

Flamengo: 1 – Diego Alves, 18 – Rafinha, 3 – Rodrigo Caio, 24 – Pablo Marí, 21 – Filipe Luis, 15 – Gerson (10 – Diego), 5 – Willian Arão (11 – Vitinho), 14 – De Arrascaeta, 27 – Bruno Henrique, 7 – Everton Ribeiro e 9 – Gabriel Barbosa (Gabigol).

Técnico: Jorge Jesus

River Plate: 1 – Armani, 29 – Montiel, 28 – Lucas Martínez, 22 – Pinola, 20 – Casco (6 – Paulo Díaz), 24 – Enzo Perez, 15 – Palacios, 26 – Ignacio Fernandez (9 – Julian Alvarez), 11 – De La Cruz, 19 – Borré (27 – Lucas Pratto) e 7 – Matías Suárez.

Técnico: Marcelo Gallardo

Árbitro: Roberto Tobar (CHI)

Auxiliares: Christian Schiemann e Claudio Rios (CHI)

Árbitro de Vídeo: Esteban Ostojich (URU)

Cartões Amarelo: Casco, Suarez, Enzo Perez (River Plate); Pablo Marí, Rafinha (Flamengo)

Cartões Vermelho: Palacios (River Plate), Gabigol (Flamengo)

Deixe um comentário

Leia também

Praia é invadida por peixes-pênis após tempestade na Califórnia

AP – Milhares de “peixes-pênis” foram encontrados na praia de Drakes Beach, Califórn…