Home Biden Prefeita de Boston, Kim Janey, demite comissário de polícia após denúncias de violência doméstica
Biden - Comunidade - Local - 2 semanas atrás

Prefeita de Boston, Kim Janey, demite comissário de polícia após denúncias de violência doméstica

Enquanto um novo comissário não for nomeado; o superintendente-chefe Greg Long continuará ocupando o cargo interinamente

JSNEWS – A prefeita de Boston, Kim Janey, anunciou em entrevista coletiva nesta segunda-feira, 7 de junho, a demissão do comissário da polícia Dennis White. A demissão é decorrente de denúncias de violência doméstica feitas há uma década contra White.

Kim Janey disse que White não cooperou com as investigações que estavam conduzidas. “Tomei essa decisão depois de considerar cuidadosamente os resultados de uma investigação independente sobre várias alegações de violência doméstica contra Dennis White, junto com o testemunho e as informações que ele forneceu durante a audiência de 1º de junho.” “É claro que o retorno de Dennis White como comissário enviaria uma mensagem assustadora às vítimas de violência doméstica em nossa cidade e reforçaria uma cultura de medo em nosso Departamento de Polícia”, disse a prefeita.

Janey também indicou que revisará a estratégia de contratação no Departamento de Polícia. Além disso, nomeará um comitê de residentes, defensores da segurança pública e profissionais da lei para definir o que os residentes de Boston desejam da liderança policial.

Enquanto um novo comissário não for nomeado; o superintendente-chefe Greg Long continuará ocupando o cargo interinamente.

O advogado de White, Nicholas Carter, emitiu uma declaração em nome de seu cliente, onde disse que estava “profundamente desapontado” com a decisão de Janey.

White negou veementemente o envolvimento em atos de violência doméstica e acusou sua ex-mulher de mentir para obter uma vantagem financeira no divórcio.

“Sou um afro-americano que foi acusado de crimes falsos, ainda não recebi um julgamento justo e estou prestes a ser condenado ou demitido, o que é o equivalente aqui”, disse White durante sua audiência, de acordo com às informações divulgadas por sua defesa. “Como você sabe, esse é um padrão que se repete neste país há séculos. Acho que será ruim para Boston se isso acontecer no meu caso”, acrescentou.

White planeja abrir processos de direitos civis contra a cidade para “enviar uma mensagem contra esse tipo de tratamento ilegal e prejudicial que nunca deveria acontecer a ninguém novamente”, disse Carter na declaração .

Após 32 anos no departamento, White foi nomeado pelo então prefeito e agora secretário do Trabalho dos EUA, Marty Walsh, após a renúncia do ex-comissário William Gross. Mas ele foi suspenso por dois dias do cargo, quando o The Boston Globe publicou um trabalho com registros do tribunal de 1999 no qual ele foi acusado de pressionar e ameaçar atirar em sua então esposa.

Deixe um comentário

Leia também

Seis dias após mal súbito no gramado, Eriksen tem alta médica na Dinamarca

ESTADO – O meia dinamarquês Christian Eriksen recebeu alta do hospital Rigshospitale…