Home Celebridades Crônicas do dia-a-dia: Se contar, ninguém acredita…
Celebridades - Cultura - 05/07/2021

Crônicas do dia-a-dia: Se contar, ninguém acredita…

Edel Holz

Eu morava no Rio, tinha vinte e poucos anos e era linda de viver. Meu irmão Gustavo me chamou pra ir com ele a um Circo assim que cheguei em Passos.

No Intervalo, meu Irmão saiu pra fumar e eu saí pra procurá-lo. De repente, uma doida saiu do nada e começou a me bater. Eu gritei e meu irmão ouviu meus gritos e foi me salvar.
Meu irmão me puxou e disse: Posso saber quem é você e por que tá batendo na minha irmã?
Ela respondeu: Sua irmã? Disseram que meu marido estava tendo um caso com uma loira e quando a vi, me subiu uma raiva…
Eu lhe perguntei: Quem é seu marido, moça?
Ela disse: O trapezista.

Até achei o trapezista um gato, mas daí pra ter um caso com ele… Meu irmão contou que eu morava no Rio e tinha chegado ontem pra visitar a família.
A moça pediu desculpas e quando andávamos de volta pra casa, meu irmão disse: As coisas só acontecem em Passos, Sucupira, Londres e com você...

E a gente voltou pra casa rindo da cena circense , enquanto a lua nos observava lá do céu!

Sobre a colunista: Edel Holz é a mais premiada e consagrada atriz, roteirista, diretora e produtora teatral brasileira nos Estados Unidos. Inquieta e de mente profícua, Edel tem sempre um projeto cultural engatilhado para oferecer para a comunidade brasileira. Depois de anos de ausência, Edel volta a abrilhantar as páginas de um jornal. Damos as boas vinda à poderosa e de mente efervescente Edel.

Deixe um comentário

Leia também

57 mil detidos: número de brasileiros cruzando fronteira do México para EUA bate recorde

BBC NEWS BRASIL – O número de brasileiros cruzando ilegalmente a fronteira sul dos E…