Home Celebridades Crônicas do dia a dia: A Mãe Moderna
Celebridades - Cultura - 04/23/2021

Crônicas do dia a dia: A Mãe Moderna

Edel Holz

Maricelma é minha amiga de anos, desde que cheguei em Boston. Ela veio primeiro, aprendeu inglês quando chegou, virou tradutora e intérprete de hospital, foi a minha primeira amiga a tomar a vacina do COVID e hoje continua trabalhando de casa, como eu. Ela e a filha têm um relacionamento fora do comum.

Maricelma dá muita liberdade pra menina. Quando Betina fez 16 anos, Maricelma comprou um carro zero conversível pra pessoa que nunca soube dirigir. Diz que não quer que a filha tenha limitações, como ela teve. Não quer nem por um minuto que ela tenha a sensação de prisão ou se sinta pressionada de alguma maneira.

Acredita que ela deixou a filha fumar maconha perto dela, desde quando Massachusetts liberou a droga? Ela dizia:- Antes fumar na minha frente, do que nas minhas costas. E completou:-Sou uma mãe moderna! Eu acho que ela exagera com essa coisa de ser “mãe moderna” … mas respeito! Só que esses dias, ela me pediu pra acompanhá-la numa nova aventura, para satisfazer as loucuras da filha. Betina, que diz ser virgem (eu tenho minhas dúvidas), pediu pra mãe comprar pra ela um vibrador, porque seus 17 anos, cheios de hormônios, a deixavam maluquinha de tanto tesão.

E conhecer o corpo hoje em dia é” super da hora”! Pois eu fui com a “Mãe Moderna” sem saber onde estava indo. Eu nem sequer sabia que no Square One Mall tem uma loja diferente, que vende produtos sexuais e muito mais.
Quase tive um treco quando vi na parede perus de toda espécie e tamanhos pendurados. E eu tinha que aparentar ser “moderna” pra minha amiga ultra moderna. Nem um músculo facial se moveu, mostrando surpresa ou indignação.

Eu sou uma excelente atriz. Fingi que estava olhando produtos comuns como se estivesse num supermercado.

E a Maricelma:- Maninha… olha esse com gliter…Massa né? A Betina é tão miúda… Acho que vou levar esse pititinho aqui! O que que você acha? Concordei com ela, sem dizer uma palavra. Só fiz um sim com a cabeça e fomos pro Caixa. Ela segurando o pau roxo cheinho de gliter e eu dando graças a Deus de estar usando máscara. De cara nua eu não teria coragem.

E você acredita que mesmo com duas máscaras e um óculos escuro, a minha amiga fofoqueira Ketherine, me reconheceu?
Ela disse:-Oi linda, tá boa? O que você tá fazendo aqui? Eu pensei em responder:- O mesmo que você, querida! Mas disse:- Vim comprar polvilho azedo pra fazer pão de queijo! E você? Ela ficou me olhando com cara de :- Polvilho? Aqui? Tá maluca? Pois Maricelma e eu demos tchauzinho pra ela e saímos de braços dados da loja rindo da cara de otária da Kethrerine. Sabia que por um segundo me senti a própria “ mãe moderna”? Acho que isso pega…

Edel Holz é a mais premiada e consagrada atriz, roteirista,diretora e produtora teatral brasileira nos Estados Unidos. Inquieta e de mente profícua, Edel tem sempre um projeto cultural engatilhado para oferecer para a comunidade brasileira. Depois de anos de ausência, Edel volta a abrilhantar as páginas de um jornal. Damos as boas vinda à poderosa e de mente efervescente Edel.

Deixe um comentário

Leia também

Talibãs fazem pedido à ONU para discursar em Assembleia Geral

EFE – O Talibã formalizou na última segunda-feira (20) um pedido para discursar na 7…