Home Celebridades Brasileira tem visto negado na Austrália por não ter “seguidores o suficiente” nas redes sociais
Celebridades - Imigração - 2 semanas atrás

Brasileira tem visto negado na Austrália por não ter “seguidores o suficiente” nas redes sociais

Ao solicitar o visto de artista para se tornar residente australiana, ela teve a permissão negada. A justificativa: Anna não é famosa o suficiente nas redes sociais.

Da Redação – Anna Murakawa, violinista brasileira com quase 20 anos de carreira, é professora da Universidade de Sydney, na Austrália, e já tocou ao lado de grandes estrelas da música, como o rapper Eminem, o cantor Michael Bublé e a banda OneRepublic. Ela mora no país há quatro anos, onde completou o doutorado após estudar nos Estados Unidos e na Bulgária. Contudo, ao solicitar o visto de artista para se tornar residente australiana, ela teve a permissão negada. A justificativa: Anna não é famosa o suficiente nas redes sociais.

A Imigração reconhece que sou uma violinista excepcional, mas diz que minha carreira não é mensurável como seria esperado de um artista internacional”, diz Anna, que conta ter ficado chocada com a recusa. “Logo depois que recebi a notícia, entrei desesperada no Instagram e fiz um apelo para quem acompanha e gosta do meu trabalho ajudar nesta campanha”.

A partir do dia 8 de julho deste ano, ela teria 21 dias para iniciar um processo de apelação, ou 28 dias para sair do país. A violinista recusou-se a desistir e vai para os tribunais nesta quinta-feira, 19, munida de quase meio milhão de seguidores no Instagram. Quando pediu o visto pela primeira vez, em 2018, tinha 28.000.

Fiquei muito indignada que a definição de artista passe pelo número de seguidores. Dedico minha vida ao violino desde os 13 anos, dou tudo de mim, e ouvir que não foi o suficiente foi um tapa na cara”, diz Anna, mas completa que agora já está “em fase de aceitação” e só deseja poder continuar honrando suas origens brasileiras para públicos estrangeiros.

Poucos dias antes da hora H, Anna admite que não está totalmente confiante, mas que acredita em milagres. “Mesmo assim, se o visto não sair, vou poder olhar para trás e saber que dei tudo de mim, como sempre tento fazer”.

Deixe um comentário

Leia também

Proposta proíbe uso de linguagem neutra na língua portuguesa

O Projeto de Lei 5248/20 proíbe o uso da “linguagem neutra” na grade curricular e no mater…