Home Brasil Primeiro lote de Coronavac, chega ao Brasil
Brasil - 1 semana atrás

Primeiro lote de Coronavac, chega ao Brasil

As primeiras doses da Coronavac chegaram ao Brasil na manhã da quinta-feira, 19. Os lotes com 120.000 doses da vacina contra a Covid-19 saíram de Xangai, na China, a bordo de um avião comercial na segunda- -feira, 16, fi zeram escala em Istambul (Turquia) e Miami (EUA), até serem desembarcados no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. “Estas são as primeiras vacinas contra a Covid-19 que chegam na América Latina”, celebrou o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

O presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas, acrescentou em tom emocional: “Deu enorme orgulho de ver as vacinas tocarem o solo brasileiro”. O imunizante contra a Covid-19 é produzido pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Butantan. Como aconteceu com outros anúncios envolvendo a vacina, o governador preparou uma ação de marketing para receber a primeira remessa da Coronavac, que virou alvo de críticas do presidente Jair Bolsonaro e grupos radicais ligados ao bolsonarismo nas últimas semanas.

Ao lado de um cartaz com os dizeres “A vacina do Butantan para salvar vidas”, Doria postou para fotos com a caixa do produto. Apesar de já estarem prontas para serem utilizadas, as 120.000 doses e as outras 46 milhões que chegarão nas próximas semanas ainda precisam ter o seu grau de efi cácia comprovado e o seu registro deferido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Ainda não há previsão de data para isso, mas o otimismo é grande: “Os resultados dos estudos clínicos podem aparecer muito rapidamente”, comentou Dimas Covas. O plano é que o esquema de logística e distribuição da vacina esteja pronto para que, assim que ela for regularizada, seja aplicada na população. Logo ao chegar em São Paulo, a primeira remessa foi levada sob escolta da Polícia Militar a um local, cujo endereço é mantido em sigilo.

O 2º Batalhão de Choque da Polícia Militar foi escalado para fazer a guarda do produto. O governo de São Paulo teme ações de quadrilhas e sabotagem contra o imunizante. No primeiro semestre deste ano, ocorreram dezenas de atos criminosos de roubos e desvios de materiais hospitalares.

Deixe um comentário

Leia também

Suprema Corte impede restrições a cultos religiosos em NY

A Suprema Corte proibiu na quarta-feira, 25, o governador do estado de New York a impor re…