Home Brasil Paulo Cupertino, acusado de matar o ator Rafael Miguel há 3 anos, é preso em SP
Brasil - Policial - 05/17/2022

Paulo Cupertino, acusado de matar o ator Rafael Miguel há 3 anos, é preso em SP

Da Redação – O acusado de assassinar o ator Rafael Miguel, Paulo Cupertino Matias, foi preso nesta segunda-feira (16). Ele foi encaminhado para o 98º Distrito Policial, no Jardim Miriam, Zona Sul de São Paulo. Além do ator, o criminoso também matou o pai e a mãe de Rafael no dia 9 de junho de 2019.

Cupertino estava foragido há quase três anos. Agora, ele será levado ao Instituto Médico Legal (IML) para fazer exame de corpo de delito e depois vai para a Divisão de Capturas, no prédio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, no Centro de São Paulo.
A última notícia do criminoso veio da cidade de Yataity del Norte, no Paraguai, em dezembro de 2020, quando foi reconhecido em uma fazenda de soja.

O crime
Segundo o Ministério Público (MP), Cupertino assassinou a família porque não aceitava o namoro de sua filha, Isabela Tibcherani, com o artista. Imagens de câmeras de segurança mostram o momento em que ele atira 13 vezes em Rafael, que tinha 22 anos, e nos pais o ator: João Alcisio Miguel, de 52, e a mãe Miriam Selma Miguel, 50.
O assassinato ocorreu a frente da casa onde Isabela morava com a mãe, no bairro da Pedreira, Zona Sul da capital paulista. Elas não foram baleadas e Cupertino logo fugiu.
O sogro de Rafael é acusado de triplo homicídio duplamente qualificado, por motivo fútil e recurso que impossibilitou a defesa das vítimas.
Continua após a publicidade

Denúncia
A equipe da 98º Distrito Policial recebeu uma informação anônima dizendo que Cupertino estava na capital paulista. Os policiais foram até o local indicado e encontraram o foragido, que foi preso em seguida.
Antes da prisão, foram registradas 90 denúncias sobre o paradeiro do pai de Isabela. Ele foi visto, segundo o Instituto São Paulo Contra a Violência, em 25 cidades paulistas, oito municípios de sete outros estados, em uma cidade argentina e em outros cinco locais não identificados.

Interpol
Paulo Cupertino Matias tinha seu nome em primeiro lugar na lista da Difusão Vermelha da Interpol, organização que buscas os criminosos mais perigosos e procurados de São Paulo.

Deixe um comentário

Leia também

O condenado à morte nos EUA que ganhou na Justiça direito de ser fuzilado

BBC BRASIL – A Suprema Corte dos Estados Unidos decidiu na quinta-feira (23/6) que u…