Home Brasil Bolsonaro tem pneumonia, aponta boletim médico
Brasil - 02/08/2019

Bolsonaro tem pneumonia, aponta boletim médico

Começamos mais uma quinta-feira combatendo o bom combate. Temos uma missão e vamos cumpri-la. Precisamos estar unidos para transformar o Brasil em um local mais seguro para os cidadãos de bem! Nenhum assassino irá nos parar!” Jair Bolsonaro

Em boletim médico divulgado na tarde da quinta-feira, 7, o Hospital Albert Einstein informa que o presidente Jair Bolsonaro apresentou na noite de quarta episódio de “febre sem outros sintomas associados” e “imagem compatível com pneumonia” na tomografia de tórax e abdome. A equipe médica do hospital ajustou os antibióticos tomados pelo presidente para tratar os novos sintomas.

Ele segue com sonda no nariz e dreno no abdome para corrigir infecção identificada na noite de domingo, 3. Bolsonaro foi internado em 28 de janeiro para realizar a cirurgia de retirada da bolsa de colostomia. Nesta quinta, ele completou 11 dias no hospital e a orientação médica é de que mantenha repouso e evite falar. No quarto, ele fi ca em companhia da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, e com o filho Carlos Bolsonaro.

Apesar do quadro, Bolsonaro mantém boa evolução no funcionamento intestinal e continua sem dor, realizando exercícios respiratórios e caminhada. As visitas permanecem restritas. A alimentação segue feita por via venosa, e o presidente mantém ingestão de líquidos por via oral. O cirurgião Dr Antônio Luiz Macedo afirmou que Bolsonaro precisará fi car no hospital por mais cinco a sete dias, no mínimo. Na noite de quarta-feira, 8, ele registrou febre (38ºC).

“Ele já está tomando antibióticos, fazendo fisioterapia, andando no corredor, mas isso vai levar mais ou menos de cinco a sete dias para [a pneumonia] ser completamente debelada”, disse o médico, reforçando que o presidente precisará continuar no hospital durante esse período. “Se tiver alta daqui, vai ter uma sobrecarga absurda de trabalho e pode comprometer a saúde.”

O médico classificou a pneumonia como “sutil e leve” e disse que o quadro foi causado por uma fraqueza após a cirurgia de reconstrução do trânsito intestinal, realizada no último dia 28, não alarmando a equipe médica. “É bem sutil, é mais devido à fraqueza de uma cirurgia muito grande. É uma coisa bem levezinha”, comentou Macedo.

Deixe um comentário

Leia também

Tire suas dúvidas sobre imigração

Jehozadak Pereira Um tema recorrente entre a comunidade brasileira é a lei de imigração e …