Home Brasil Bando ataca transportadora de valores em Guarapuava, PR, apavora cidade e fogem sem levar o dinheiro
Brasil - Massacre - Novo Normal - Policial - 04/18/2022

Bando ataca transportadora de valores em Guarapuava, PR, apavora cidade e fogem sem levar o dinheiro

Mais de 30 assaltantes fazem reféns e ferem policiais em Guarapuava, o alvo da ação era um empresa de transporte de valores. Acesso à cidade pela BR-277 foi fechado

Da Redação – A semana começou violenta em Garapuava, no Paraná. Mais de 40 homens participaram de um audacioso assalto contra uma empresa de transporte de valores na cidade na madrugada de segunda-feira, 18. Segundo o portal G1, o saldo foi de moradores feitos reféns – e já liberados — e pelo menos dois policiais baleados. O acesso à cidade pela BR-277 foi fechado pelos criminosos.

O bando estavam fortemente armado e fizeram moradores de reféns quando a polícia chegou. Segundo o UOL, os bandidos tinham fuzis e armas de calibre .50. Dois policiais e um morador foram feridos.

Carros foram incendiados para dificultar o acesso da polícia ao local onde eles estavam. O bando usou sete veículos blindados durante o ataque nos empreenderam fuga em direção ao interior do estado. A ação durou cerca de 3 horas.

O Exército foi acionado para reforçar a segurança e um um veículo blindado do 26º Grupo de Artilharia de Campanha foi utilizado para reforçar as operações policiais. O exercito informou que não houve nenhum tipo de ação contra a unidade militar e que as medidas adotadas fazem parte do protocolo de segurança da Organização Militar.

Por meio de nota, o Exército afirmou que utilizou uma viatura blindada de transporte de pessoal, chamada de Guarani, para transporte de efetivo.

Os acessos à BR-277 foram liberados e buscas pelos criminosos são feitas na região.

Bando fugiu sem levar dinheiro

O comandante-geral da Polícia Militar no Paraná (PM-PR), coronel Hudson Leôncio Teixeira e o secretário de Segurança Pública do estado, coronel Rômulo Marinho Soares, disse que o bando não conseguiu acessar o cofre.
“Não temos confirmação de reféns na Proforte, como foi dito. Eles tentaram acessar os cofres, não conseguiram acessar os cofres. Efetuaram disparos de arma de fogo contra o nosso pessoal”, disse Teixeira, a informação é da RPC Paraná.

O comandante-geral da PM coronel Hudson afirmou que foram apreendidos oito veículos, sendo cinco blindados, sete fuzis, dois ponto 50, e capacetes balísticos.

A leitura do secretário de Segurança do Paraná é de que os suspeitos esbarraram na estratégia e no plano de contingência da polícia e por isso recuaram e desistiram de chegar ao objetivo.

De acordo com o comandante-geral da PM, o setor de inteligência da corporação tinha a informação sobre a grande movimentação de dinheiro e que o estado poderia ser alvo de uma ação desta dimensão.

Ele disse que há 29 pontos de policiamento na região de Guarapuava e que carros dos agentes estavam fora do batalhão que os suspeitos tentaram neutralizar e, por isso, a ação criminosa foi comprometida.

Guarapuava fica a 256 quilômetros de Curitiba. A cidade tem aproximadamente 183 mil habitantes, de acordo com estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Deixe um comentário

Leia também

Sport Total – De canela

Por: Alfredo Melo – info@jornaldossportsusa.com 1 Os profissionais do futebol contin…