Home Biden Twitter permite que Casa Branca faça alegação ‘claramente falsa’ de que a vacina contra COVID-19 não estava disponível até ele tomar posse
Biden - Mundo - Novo Normal - Saúde - Tecnologia - 1 semana atrás

Twitter permite que Casa Branca faça alegação ‘claramente falsa’ de que a vacina contra COVID-19 não estava disponível até ele tomar posse

JSNEWS – O governo Biden, que diz combater a desinformação a ponto de estabelecer um “Conselho de Governança de Desinformação”, conta com apoio das empresas de tecnologias para ajuda-lo a dizer o que é verdade ou mentira, e uma dessas empresas é o  Twitter que sinaliza algumas postagens alegando que elas podem conter desinformações sobre questões importantes, como por exemplo, a vacinas contra coronavírus.

Entretanto quando a Casa Branca compartilhou uma informações claramente falsas sobre vacinas nessa quinta-feira,12, o Twitter não notou que a mensagem era imprecisa.

A postagem diz:Quando o presidente Biden assumiu o cargo, milhões estavam desempregados e não havia vacina disponível. Nos últimos 15 meses, a economia criou 8,3 Milhões de empregos e a taxa de desemprego está em 3,6% — o declínio mais rápido do desemprego para iniciar um mandato de presidente já registrado”, escreveu a conta verificada da Casa Branca no Twitter.

Embora a postagem a postagem da Casa Branca possa parecer verdadeira para alguns seguidores do presidente Joe Biden, porem alguns internautas foram rápidos em apontar que a vacina contra COVID-19 estava, de fato, disponível quando Biden assumiu o cargo em 20 de janeiro de 2021.

Um seguidor da conta da Casa Branca até compartilhou um vídeo do então presidente eleito, Joe Biden, recebendo sua segunda dose uma semana antes do Dia da Posse, então se ele tomava a segunda dose no dia da posse obviamente ele teria tomado a primeira dose antes da posse.

Biden já havia compartilhado uma imagem de si mesmo recebendo a primeira dose em 21 de dezembro de 2020.

A Casa Branca não respondeu imediatamente aos comentário e ainda pela manhã dessa sexta-feira, 13, a postagem estava da mesma forma como foi colocada no Twitter que sempre disse que toma serias medidas para evitar a desinformação, e em suas suas diretrizes a empresa diz que os usuários “não podem usar os serviços do Twitter para compartilhar informações falsas ou enganosas sobre o COVID-19”.

A política dessa rede social também diz que os conteúdos relacionados ao COVID-19 serão consideradas violações caso “seja essa publicação demonstravelmente falsa ou enganosa, com base em fontes amplamente disponíveis”Talvez seja essa uma oportunidade dessa redes social explicar que esse tipo de violação podem forçar os usuários a serem bloqueados, de terem seus tweets excluídos ou mesmo quando uma conta suspensa pode ser entregue a um reincidente.

Muitos usuários perderam o acesso à sua conta por espalhar informações consideradas imprecisas pelo Twitter.
Embora o Twitter não tenha tomado medidas imediatas contra a clara desinformação da Casa Branca, ‘algumas pessoas’ da mídia notaram a infração.

Deixe um comentário

Leia também

Elon Musk desafia acusadora abuso sexual para descrever como são suas partes íntimas

JSNEWS – Elon Musk disse que a mulher que o acusou de má conduta sexual de ser uma &…