O presidente americano, Donald Trump, destacou nesta terça-feira o bom momento das relações com o Brasil, ao receber o colega Jair Bolsonaro na Casa Branca.

“O Brasil e os Estados Unidos nunca estiveram mais próximos do que estamos agora”, declarou Trump a Bolsonaro no Salão Oval.

Trump aproveitou a coletiva para enfatizar que seu país avalia “todas as opções” para forçar a saída do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, cujo mandato é desconhecido como resultado de eleições fraudulentas.

“Todas as opções estão na mesa”, disse Trump a repórteres na Casa Branca.

“É uma pena o que está acontecendo na Venezuela”, acrescentou ele ao receber Bolsonaro, outro feroz crítico de Maduro.

Comércio

Trump também disse que apoia a inclusão do Brasil na OCDE. A entrada neste grupo é o principal trunfo que o governo Bolsonaro espera obter na viagem. Ser membro da organização funciona como uma espécie de selo de qualidade de políticas macroeconômicas, e estimularia investimentos no país.
No salão Oval, os presidentes trocaram camisas de futebol dos dois países. Ao sair da Blair House rumo à Casa Branca, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) foi saudado por um grupo de cerca de 30 brasileiros com os gritos: “Mito! Mito! Brasil te ama”. Ele acenou e sorriu.

Deixe um comentário

Leia também

México detém quase 800 imigrantes sem documentos em quatro caminhões

REUTERS – Autoridades mexicanas detiveram cerca de 800 imigrantes sem documentos no …