Home Biden Tiroteio no Tennessee deixa três mortos e 14 feridos nesse domingo
Biden - Massacre - Mundo - Novo Normal - 06/05/2022

Tiroteio no Tennessee deixa três mortos e 14 feridos nesse domingo

Polícia acredita que vários atiradores estavam envolvidos; os suspeitos e as vítimas ainda não foram identificados e ninguém foi preso

Da Redação – Três pessoas morreram e pelo menos outras 14 ficaram feridas após tiros em Chattanooga, no Tennessee (Estados Unidos), neste domingo (5), com algumas vítimas atingidas por balas e outras por veículos em fuga, segundo a polícia local.

A polícia respondeu a relatos de um tiroteio em uma boate pouco antes das 2h45, horário local, disse Jeremy Eames, porta-voz do Departamento de Polícia de Chattanooga. Os policiais encontraram várias vítimas quando chegaram e começaram a prestar socorro médico.

Ao todo, 14 pessoas foram baleadas enquanto outras três foram atropeladas por veículos que tentavam fugir do local, afirmou Eames. Entre as três mortes, duas foram em decorrência dos ferimentos a tiro e uma foi devido aos ferimentos sofridos depois que a vítima foi atropelada por um veículo, disse ele.

A polícia acredita que vários atiradores estavam envolvidos. Nenhum suspeito foi preso e a polícia ainda não identificou possíveis suspeitos ou vítimas.

O motivo do tiroteio não é claro, mas as autoridades acreditam que foi um incidente isolado “no qual uma ou mais das vítimas foram alvo”.

Série de ataques
O tiroteio ocorre em um momento em que o país está no limite após tiroteios consecutivos, incluindo os que aconteceram em um supermercado em Buffalo, Nova York, em uma escola primária em Uvalde, Texas, e em um hospital de Tulsa, Oklahoma.

Esse é também o segundo grande tiroteio em Chattanooga em poucos dias. No último sábado (28) à noite, seis pessoas foram baleadas após uma briga entre dois grupos no centro da cidade, disse a polícia na época. Ninguém morreu, embora duas vítimas tenham ficado gravemente feridas.

Em uma entrevista coletiva no domingo, o prefeito Tim Kelly expressou frustração, dizendo aos repórteres: “Estou cansado de vir aqui na frente de vocês para falar sobre armas e corpos”.

Houve 12 tiroteios em massa no país desde sexta-feira (3), de acordo com o Arquivo de Violência Armada, inclusive na Filadélfia, onde pelo menos três pessoas foram mortas e outras 11 ficaram feridas quando vários atiradores abriram fogo no sábado (4) à noite, segundo a polícia.

“O aumento da violência armada que vimos em todo o país e aqui na Filadélfia me deixa, não apenas com o coração partido, mas com raiva”, disse o prefeito da Filadélfia, Jim Kenney, no domingo (5). “Mais uma vez, vemos vidas perdidas sem sentido e pessoas feridas em mais um ato horrendo, descarado e desprezível de violência armada.”

O prefeito de Chattanooga prometeu que ele e o conselho da cidade dedicariam tempo nas próximas semanas para abordar a violência armada, dizendo que “tratariam isso como a crise que é”.

O próprio prefeito é dono de armas, caçador e atirador de longa data, disse ele, e apoia a posse responsável de armas.

“Mas o Congresso precisa fazer seu trabalho e aprovar regulamentações de bom senso que ajudem a acabar com esse absurdo”, disse ele. “Isso não significa tirar as armas de proprietários responsáveis de armas, mas significa verificações obrigatórias de antecedentes e proibir pentes de alta capacidade que permitem que atiradores machuquem dezenas de pessoas sem precisar recarregar”.

Deixe um comentário

Leia também

Olivia Newton-John morre aos 73 anos

Da Redação – Olivia Newton-John morreu aos 73 anos, nesta segunda-feira (8). A morte…