Home EUA Tempestade de neve atinge Washington e região
EUA - Local - Mundo - Saúde - 01/03/2022

Tempestade de neve atinge Washington e região

AFP A primeira tempestade de inverno de 2022 no Leste dos Estados Unidos está trazendo intensa nevasca em partes dos Apalaches e em estados do Meio Atlântico após ter deixando áreas do Sul norte-americano brancas no fim de semana de Ano Novo. Um sistema de baixa pressão avança pela costa Leste norte-americana e trouxe avisos de tempestade de inverno e alertas de fortes nevadas do Sul e o Centro dos Apalaches até o Sul do estado de Nova Jersey.

A região inclui as áreas metropolitanas de Richmond, Virginia, Washington, Baltimore e Filadélfia. As fortes precipitações de neve cobrem no decorrer desta segunda ainda áreas da Virginia, Maryland, Delaware, o extremo Sudeste da Pensilvânia, Sul de Nova Jersey, Long Island e extremo Sudeste da Nova Inglaterra.

O sistema de baixa pressão responsável pela forte nevasca para vai para alto mar hoje à noite, colocando fim à tempestade branca. Em sua passagem pelo Sul, o sistema trouxe raras ocorrências de neve com trovoadas (thundersnow) em ao menos cinco estados: Alabama, Tennessee, Carolina do Norte, Virgínia e Maryland.

Em Washington, capital norte-americana, é a maior tempestade de neve em anos. A prefeitura declarou emergência de neve antes mesmo de a tempestade chegar nesta segunda. Apesar dos transtornos, a neve foi motivo de alegria para muita gente na cidade que há anos não via tantos flocos caírem.

No final de 2021, as perspectivas de neve pesada caindo na área de Washington D.C. não eram nada promissoras, mas os modelos numéricos no fim de semana rapidamente mudaram seus indicativos para uma tempestade de neve e mesmo assim subestimaram os acumulados que são os maiores em anos.

O total de neve precipitada na região de Washington até o meio-dia, hora local, variava de 10 a 20 centímetros com algumas medições ultrapassando 25 centímetros ao Sul do condado de Fairfax. A neve e o vento forte trouxeram queda de árvores, cortes de energia e problemas de transporte em toda a região, mais numerosos na Virgínia.

Uma faixa quase estacionária de neve persistente e forte concentrou-se junto ao chamado corredor da rodovia interestadual I-95 desde o meio da manhã com os totais de neve ficando acima dos níveis previstos. Muitos locais registram o dobro de neve do que era previsto.

As medições acima de 25 centímetros se somam na Virgínia e no Sul de Maryland. Normalmente, em tempestades na chamada região do Meio Atlântico dos Estados Unidos, a neve mais forte cai ao Norte e a Noroeste da rodovia I-95, mas agora ocorreu o contrário.

Nas últimas horas, o Aeroporto Nacional Reagan da capital norte-americana relatou neve pesada e rajadas de vento de 50 km/h a 70 km/h com visibilidade restrita. A temperatura afundou e diversos pontos estavam com marcas entre -5ºC e 0ºC. O Aeroporto Dulles igual sofria com a neve intensa, afetando as operações. A maior parte da neve já se precipitou e os volumes não devem aumentar muito mais, mas as próximas horas ainda reservam flocos para a região.

Deixe um comentário

Leia também

Sport Total – De canela

Por: Alfredo Melo – info@jornaldossportsusa.com 1 Os profissionais do futebol contin…