Home Economia Taxas de hipotecas sobem acima de 4% pela primeira vez desde 2019 nos Estados Unidos
Economia - EUA - Mundo - Novo Normal - 03/17/2022

Taxas de hipotecas sobem acima de 4% pela primeira vez desde 2019 nos Estados Unidos

Não só os preços das casas estão subindo, mas, nas taxas de hoje, a hipoteca mensal para um comprador de uma casa com preço médio será mais de US $ 340 mais alto do que era há um ano, adicionando mais de US $ 4.000 ao seu orçamento anual

JSNEWS – Os potenciais compradores de imóveis nos Estados Unidos têm desfrutado de taxas hipotecárias historicamente baixas nos últimos anos, mas essas taxas atraentes podem estar chegando ao fim.

O crédito imobiliário com taxa fixa de 30 anos teve uma média de 4,16% para a semana que termina em 17 de março ante 3,85% na semana anterior, segundo Freddie Mac. Os consumidores devem estar preparados para que a taxa aumente ainda mais, de acordo com a CNN. Essa taxa de 30 anos ficou abaixo de uma média superior a 4% desde maio de 2019.

Uma variedade de fatores tem empurrado a taxa para cima, incluindo o aumento da inflação, a invasão da Ucrânia pela Rússia e interrupções na cadeia de suprimentos, informou a CNN.

Na quarta-feira, o Federal Reserve aumentou as taxas de juros pela primeira vez desde 2018. Embora o aumento de 0,25% não esteja diretamente ligadas à taxa de fundos federais. Em vez disso, eles acompanham o rendimento dos títulos do Tesouro de 10 anos, que são influenciados por fatores, incluindo as reações dos investidores aos movimentos do Fed e à inflação.

“O Federal Reserve elevando as taxas de curto prazo e sinalizando novos aumentos significa que as taxas de hipotecas devem continuar a subir ao longo do ano”, disse Sam Khater, economista-chefe de Freddie Mac.

O aumento das taxas de hipotecas pode reduzir as demandas de refinanciamento e esfriar o que tem sido um mercado imobiliário atraente, informou o The Wall Street Journal.

Mesmo com os aumentos esperados para o próximo ano, as taxas de juros das hipotecas provavelmente permanecerão baixas para os padrões históricos, disse Keith Gumbinger, vice-presidente da HSH.com, ao The New York Times.

Deixe um comentário

Leia também

Olivia Newton-John morre aos 73 anos

Da Redação – Olivia Newton-John morreu aos 73 anos, nesta segunda-feira (8). A morte…