Home Biden Taxas de hipotecas dos Estados Unidos sobem em média para 5,78%, a maior alta desde 2008
Biden - Economia - EUA - Mundo - Novo Normal - 2 semanas atrás

Taxas de hipotecas dos Estados Unidos sobem em média para 5,78%, a maior alta desde 2008

Já a taxa média de uma hipoteca de 15 anos, que é mais popular entre os proprietários que optam por refinanciamentos, subiu para 4,81%, acima dos 4,38% da semana passada. Em comparação, a taxa média de uma hipoteca de 15 anos foi de apenas 2,24% há um ano.

JSNEWS – As taxas de hipotecas dos EUA subiram para o seu nível mais alto em 13 anos esta semana quando o Federal Reserve aumentou a taxa de juros para combater a inflação.

Um comprador de uma hipotecas Freddie Mac teve sua taxa reajustada para um empréstimo de 30 anos em uma a taxa média de 5,23% para 5,78%, o maior salto em menos de uma semana desde 1987. A taxa ficou bem acima dos 2,93% registrados há apenas um ano e marca o nível mais acentuado desde novembro de 2008.

“Essas taxas mais altas são resultado de uma mudança nas expectativas sobre a inflação e o curso da política monetária”, disse Sam Khater, economista-chefe de Freddie Mac. “Taxas mais altas de hipotecas levarão à moderação do ritmo acelerado da atividade habitacional que experimentamos saindo da pandemia resultando em um mercado imobiliário mais equilibrado.”

A taxa média de uma hipoteca de 15 anos, que é mais popular entre os proprietários que optam por refinanciamentos, subiu para 4,81%, acima dos 4,38% da semana passada. Em comparação, a taxa média de uma hipoteca de 15 anos foi de apenas 2,24% há um ano.

As taxas subiram acentuadamente desde o início do ano, exacerbando a pressão sobre o mercado imobiliário dos EUA, que viu os preços continuarem a subir apesar das hipotecas mais caras. O custo cada vez mais caro de uma casa, combinado com taxas mais altas, está colocando mais americanos fora do mercado imobiliário.

Além disso, a inflação está corroendo rapidamente o poder de compra das famílias americanas: Uma análise conduzida pela Moody’s Analytics mostrou que preços mais altos estão custando às famílias dos EUA, em média, US$ 460 extras por mês em seus orçamentos.

O Fed está elevando as taxas no ritmo mais agressivo em décadas, em um esforço para domar os preços altos e reduzir a demanda dos consumidores. Na quarta-feira,15, os formuladores de políticas econômicas aprovaram um aumento da taxa de 75 pontos-base, o primeiro do tipo desde 1994, em meio a sinais de que as pressões inflacionárias na economia estão aumentando. Embora o Fed não estabeleça diretamente a taxa de juros paga pelos consumidores para hipotecas, suas ações os influenciam.

Ainda assim, não está claro qual será o resultado final da campanha de aumento da taxa de juros do Fed; muitos economistas acreditam que o banco central poderia, inadvertidamente, levar a economia a uma recessão com seus esforços para conter a inflação.

A última média de Freddie Mac é baseada em sua pesquisa de credores, que foi realizada antes da reunião de quarta-feira do Banco Central dos Estados Unidos. Algumas taxas subiram até 6% após a reunião do Fed.

Deixe um comentário

Leia também

ONG salva 386 cães que seriam comidos em um festival chinês de carne de cachorro

COM R7 – A organização de proteção animal NoToDogMeat revelou que ativistas chineses…