Home Brasil Servidor da receita diz que fuçou os dados de Bolsonaro por brincadeira
Brasil - Mundo - 2 semanas atrás

Servidor da receita diz que fuçou os dados de Bolsonaro por brincadeira

Após ser ouvido, por mais de seis horas, ele foi liberado. Outro servidor da Receita Federal, de Campinas, em São Paulo, também é investigado por acessar dados do presidente.

FOLHAPRESS – Um enigma ronda a família da esposa do deputado estadual Theodorico Ferraço (DEM). A Polícia Federal quer saber o que o seu cunhado Odilon Ayub, irmão da deputada federal Norma Ayub, presidente estadual do Democratas, no Espírito Santo, queria ao acessar dados, na Receita Federal, do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Odilon Ayub Alves, irmão de Norma, é servidor da Receita Federal lotado em Cachoeiro de Itapemirim. Ele teria acessado informações pessoais e sigilosas de Bolsonaro no sistema do Fisco.

Na última quinta-feira, no final da madrugada, foi conduzido pela Polícia Federal, por agentes em viaturas descaracterizada, para a Superintendência da PF, no bairro IBC, em Cachoeiro, para prestar esclarecimentos, atendendo a inquérito que tramita na Justiça.

Após ser ouvido, por mais de seis horas, ele foi liberado. Outro servidor da Receita Federal, de Campinas, em São Paulo, também é investigado por acessar dados do presidente.

Por nota, a assessoria de Norma informou que Odilon Ayub “acessou os dados do presidente da República, Jair Bolsonaro, por mera curiosidade”.

A deputada federal fez questão de ressaltar que sua família fez campanha, em 2018, apoiando Bolsonaro, e que não acredita que seu irmão tenha intenções políticas com o ato.

Deixe um comentário

Leia também

Corinthians e Flamengo vencem rivais e são campeões estaduais

FOLHAPRESS – Com um gol de Vagner Love aos 43min do segundo tempo, o Corinthians sup…