Home Biden Senadora Kyrsten Sinema (Dem. Arizona) é filmada no banheiro por ativistas pró-imigrantes
Biden - EUA - Local - Mundo - 3 semanas atrás

Senadora Kyrsten Sinema (Dem. Arizona) é filmada no banheiro por ativistas pró-imigrantes

JSNEWS – A senadora Kyrsten Sinema (Democrata -Arizona) fez duras criticas aos ativistas do Living United for Change in Arizona (Lucha) por interromper a aula em que ela lecionava na Arizona State University e por confrontá-la quando ela estava usando o banheiro da Universidade neste final de semana. Sinema tem mostrado resistência em aprovar o valor de US $3,5 Tri, do projeto de lei de gastos sociais do Governo Biden.

“O comportamento de ontem não foi um protesto legítimo”, disse Sinema em um comunicado. “É inaceitável que organizações ativistas instruam seus membros a participarem de atividades ilegais, como entrar em prédios universitários fechados, perturbar ambientes de aprendizagem e filmar alunos em um banheiro.” Sinema também disse que é errado os manifestantes postarem vídeos em que aparecem alunos que não deram permissão para que suas imagens fossem divulgadas.

“É dever dos líderes eleitos evitar a promoção de um ambiente no qual discordâncias políticas honestas sirvam de base para a ataques pessoais aumentando a retórica política e criando uma estrutura de permissão para comportamentos inaceitáveis”, disse ela.

Os manifestantes de Lucha tuitaram um vídeo do grupo seguindo Sinema até um banheiro confrontando a senadora por sua falta de apoio a legislação de bem-estar social dos democratas. Uma ativista chamada Blanca mencionou como sua família foi vítima da rígida lei de imigração do Arizona, aprovada em 2010.

“Fui trazido para os Estados Unidos quando tinha três anos. E em 2010, meus dois avós foram deportados por causa do SB 1070 ”, disse ela. “Estou aqui porque definitivamente acredito que precisamos de um caminho para a cidadania. Meu avô faleceu há duas semanas e eu não pude ir ao México para visitá-lo porque não há caminho para a cidadania. E se tivermos a oportunidade de aprová-lo agora, então precisamos fazê-lo porque há milhões de pessoas sem documentos, assim como eu, que compartilham a mesma história … ”

Belén Sisa, uma outra ativista da imigração em Phoenix, criticou as pessoas que criticavam os ativistas por confrontarem Sinema em um banheiro pelas redes sociais. Ela afirmou que os manifestantes só assediaram a Senadora no banheiro porque encontraram resistência quando tentaram fazer isso em um ambiente profissional.

Mas os ativistas pró-imigração também outro obstáculo além da Senadora democrata, como o parlamentar do Senado decidiu semana passada pela segunda vez que a reforma da imigração não poderia ser incluída na reconciliação.

O Senado aprovou um projeto de infraestrutura bipartidário em agosto como parte de uma abordagem dupla dos democratas para aprovar a agenda do presidente Joe Biden. A segunda parte do projeto incluía um pacote de US $ 3,5 trilhões.

O projeto de lei precisaria ser aprovado por um processo chamado reconciliação, que permitiria aos democratas, que têm apenas 50 cadeiras no Senado com o vice-presidente Kamala Harris sendo o desempate contornando assim a obstrução republicana.

Mas a Senadora Sinema anunciou que ela não apoiaria o custo de US $ 3,5 trilhões. Além disso, ao contrário do colega conservador democrata Sen Joe Manchin, da Virgínia Ocidental, que propôs reduzir o projeto de lei para US $ 1,5 trilhão, Sinema não divulgou um número que aceitaria.

 

Deixe um comentário

Leia também

EUA tem muitos empregos, poucos candidatos e salários em alta

AFP – Conseguir trabalhadores se tornou uma tarefa difícil nos Estados Unidos, onde …