Home Biden Roubo de identidade: como saber se o social security do seu filho foi usado por outra pessoa?
Biden - Imigração - Mundo - Novo Normal - Policial - Tecnologia - 3 semanas atrás

Roubo de identidade: como saber se o social security do seu filho foi usado por outra pessoa?

Roubo de identidade infantil é uma das modalidades de golpe associadas à Previdência Social que se caracteriza pelo uso indevido de informações pessoais para cometer fraude

JSNEWS – De acordo com a Comissão Federal de Comércio (FTC), o roubo de identidade infantil ocorre quando alguém se apropria das informações pessoais de uma criança e as usa para fins fraudulentos, seja para solicitar benefícios governamentais associados à Previdência Social, saúde, alimentos, solicitar empréstimos, abrir contas bancárias, solicitar cartões de crédito ou realizar outros procedimentos, como alugar uma casa e obter emprego.

É uma forma de golpe que pode ter sérias repercussões na vida familiar e envolve não só o uso do nome de uma pessoa, mas também outros dados como o Número de Seguridade Social (SSN) ou o endereço residencial, aumentando os riscos em torno da criança que foi afetada.

Como saber se usaram o Número de Segurança Social do meu filho (SSN)?
Existem várias maneiras de detectar o possível uso do Número de Segurança Social (SSN) de uma criança para fins fraudulentos. De acordo com a FTC, um dos mais eficazes é monitorar o aparecimento de certos sinais de alerta típicos desses casos:

  1. Ao solicitar benefícios governamentais associados ao SSN (seja saúde ou alimentação), essa ajuda é negada. Esse tipo de situação muitas vezes surge porque esse número já foi usado por outra pessoa para o mesmo propósito.
  2. Receber chamadas relacionadas faturas não pagas associadas a uma conta desconhecida. Tal conta pode ter sido aberta usando os dados pessoais da criança, incluindo endereço de residência.
  3. Receber correspondência da Receita Federal relatando o não pagamento de impostos. Esse tipo de situação é gerado pelo uso do SSN usado por um trabalhador desconhecido.
  4. Ao solicitar empréstimos estudantis, eles são negados por causa de uma pontuação de crédito ruim. Esse histórico de crédito é gerado pelo uso do SSN em aplicativos fraudulentos para cartões de crédito, contas bancárias ou outras solicitações que levam à inadimplência.

O que devo fazer se meu filho foi vítima de roubo de identidade infantil?
Existem três passos simples que determinam o caminho a seguir após ser vítima desse tipo de golpe a fim de evitar outras consequências:

  1. Informe contas fraudulentas às empresas que estão efetuando as cobranças sobre a suspeita do uso indevido de uma identidade: nesta primeira etapa, é necessário comunicar com todas as empresas ou instituições que tenham sido afetadas pelo uso incorreto do SSN ou de outros dados pessoais associados à criança. Basicamente, trata-se de informá-los do que aconteceu e pedir uma confirmação por escrito de que eles já estão cientes e assumir que não é responsabilidade da criança.
  2. Entre em contato com as três principais empresas de crédito (Equifax, Experian, TransUnion) para denunciar o uso fraudulento do SSN e solicitar o congelamento de relatórios de crédito associados à criança.
  3. Denuncie o roubo de identidade infantil à Comissão Federal de Comércio (FTC) através do link oficial destinado a este tipo de caso.

Como medida preventiva, também pode ser muito útil questionar quem solicita informações pessoais da criança, especialmente o Número de Seguridade Social (SSN). Mesmo que isso aconteça na escola, é importante perguntar para que eles precisam dessa informação, como essa informação será usada e como essa informação será protegida.

Se ainda houver dúvidas, é aconselhável propor o uso dos últimos quatro dígitos ou outro documento de identidade que represente menor risco.

Deixe um comentário

Leia também

Simone Tebet declara apoio a Lula: “Reconheço nele compromisso com a democracia”

FSP – A ex-candidata à presidência da República Simone Tebet (MDB) declarou voto ao …