Home Mundo ‘Restrições mais rígidas são necessárias para conter quarta onda de casos de Covid na Alemanha’, diz o ministro da saúde da Alemanha
Mundo - Saúde - 2 semanas atrás

‘Restrições mais rígidas são necessárias para conter quarta onda de casos de Covid na Alemanha’, diz o ministro da saúde da Alemanha

Cerca de 79% dos adultos na Alemanha receberam duas doses da vacina Covid, mas apenas 7,5% receberam doses de reforço até agora

JSNEWS – O ministro da saúde da Alemanha, Jens Spahn, disse que regras mais rígidas contra Covid são necessárias para conter a taxa crescente de infecção no país. O alerta foi feito nessa segunda-feira. 22, quando foram registrados 399,8 casos para 100.000 pessoas em algumas regiões do pais.

“A Alemanha parece estar passando por uma quarta onda devido a variante Delta que é muito mais contagiosa”, disse o ministro alemão que também sugeriu que o acesso a bares, restaurantes e a permanência em ambientes fechados fossem restritos somente às pessoas que foram vacinadas ou que apresentassem um teste negativo de COVID.

O sistema federal de governo da Alemanha permite que cada estado decida suas próprias regras da Covid. A Saxônia, no leste da Alemanha, e a Bavária, no sudeste, já decidiram cancelar os eventos públicos que marcam a passagem do Natal e o fim de ano.

Bloqueios nacionais foram impostos no passado e Spahn não descartou seguir o exemplo da Áustria que optou por um rígido LockDown para conter os crescentes casos de Covid.

“A situação não é apenas grave, em algumas regiões da Alemanha, ela é dramática”, disse Spahn à Rádio Alemã DW. “Estamos tendo que mover os pacientes de um hospital para outro porque as unidades de terapia intensiva estão cheias e isso não afeta apenas os pacientes do COVID-19.

Seus comentários foram feitos enquanto o Departamento de Estado dos EUA alertava os americanos para não viajarem para a Alemanha devido ao “nível muito alto de Covid-19” daquele país. O alerta foi emitido depois que os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) emitiram uma declaração para “evitar viagens para a Alemanha. Se você tiver que viajar para a Alemanha, certifique-se de estar totalmente vacinado antes de viajar.”

“Devido à situação atual na Alemanha, mesmo os viajantes totalmente vacinados podem correr o risco de contrair e disseminar variantes do Covid-19”, alertou o CDC. O mesmo nível de aviso de viagem se aplica ao Reino Unido, Áustria, Holanda, Eslováquia, Dinamarca e Noruega, entre outros países europeus.

A Alemanha é apenas um dos vários países da Europa – agora considerado o epicentro da pandemia – a experimentar uma nova onda de infecções crescentes.

A Áustria entrou em um LockDown de 10 dias nessa segunda-feira, enquanto protestos contra restrições mais rígidas estouraram na Holanda e em outros países da UE.

A Alemanha também está lidando com preocupações sobre o fornecimento da vacina Biontech / Pfizer. A empresa antecipou a entrega de um milhão de doses originalmente planejadas para dezembro. Isso permitira a administração de 3 milhões de doses na próxima semana.

A ex-chanceler alemã, Angela Merkel, também emitiu seu próprio alerta ao dizer o que as regras atuais “não são suficientes” para enfrentar essa “quarta onda”.

“Temos uma situação altamente dramática – as regras atuais não são suficientes”, disse ela em uma reunião de líderes de seu conservador Partido da União Democrata Cristã. “O que está em vigor agora não é suficiente”, acrescentou Merkel.

Cerca de 79% dos adultos na Alemanha receberam duas doses da vacina Covid, mas apenas 7,5% receberam doses de reforço até agora.

O número total de mortes por coronavírus na Alemanha está se aproximando de 100.000.

Deixe um comentário

Leia também

Primeiros imigrantes são enviados de volta ao México na retomada do esquema “Fique no México” da era Trump

JSNEWS (Com Reuters e APNEWS) – Dois imigrantes foram devolvidos ao México pelas aut…