Home Biden Quanto tempo deve durar a tendência de queda no preço da gasolina nos USA?
Biden - Economia - EUA - Mundo - Novo Normal - Política - 08/12/2022

Quanto tempo deve durar a tendência de queda no preço da gasolina nos USA?

JSNEWS (COM AP) – Os preço da gasolina nos postos de gasolina em todo os Estados Unidos estão em média, abaixo de US $ 4 o galão depois de passar meses com os preços acima de US $ 5 em todos os postos de gasolina do país, segundo informações da AAA (Associação Automobilística Americana).

Embora os dados da AAA sobre o preço gasolina sejam animadores é bom lembrar que o custo médio da da gasolina atualmente é 81 centavos maior que os motoristas pagavam há um ano por um galão de combustível.

Algo semelhante ao que acontece com a inflação geral, que, embora tenha caído de 9,1% em junho para 8,5% em julho, em suas comparações ano a ano; os dados continuam apontando para um dos um dos mais altos índices inflacionários que os americanos enfrentam a décadas.

Agora, a pergunta que muitos motoristas estão fazendo é:  os preços da gasolina continuarão a cair ou se este é apenas um movimento temporário antes que os preços na bomba aumentem novamente?

A resposta está no petróleo
Existem vários fatores que elevaram o preço da gasolina nos últimos meses, mas o principal esta relacionada com a alta da inflação nos produtos que compõe a sesta básica das famílias americanas que aponta para a diminuição do consumo de gasolina, muitos motoristas decidiram simplesmente parar de consumir combustível para economizar na compra deste produto básico, ou seja, com a diminuição da demanda a produção também foi reduzida e quando houve o aquecimento da economia pós pandemia, não havia produto disponível imediatamente para o consumidor.

Além disso os governos realizaram medidas extraordinárias para conter a escalada dos preços, desde uma liberação histórica de reservas estratégicas de petróleo, ordenada pela Casa Branca, até o cancelamento de impostos sobre a gasolina em vários estados.

No entanto, o fator mais importante em meio a tudo isso está no preço do petróleo no mercado interacional, que transfere mais de 50% do preço que os consumidores pagam na bomba.

Segundo analistas, esses movimentos são a chave para saber se os preços continuarão a cair ou subir como fizeram em março passado, quando o barril de petróleo bruto West Texas Intermediate (WTI) atingiu US $ 130,mais altos desde 2008.

Futuros do petróleo prevêem um novo aumento
Os preços do petróleo caíram nos últimos meses desde o pico de março e isso levou a gasolina a cair abaixo dos 4 dólares por galão.

No entanto, para analistas, essas faixas de baixa nos preços na bomba poderiam ser cortadas em poucos dias, já que o petróleo de referência, WTI, recuperou mais de 5% apenas nesta semana (de 7 a 12 de Agosto).

Acrescenta-se que os preços futuros da gasolina também mostraram um desempenho de alta na última semana, que no total foi de 10% de seu valor.

“A onda de quedas diárias no preço de varejo da gasolina está prestes a acabar, à medida que os preços futuros de petróleo bruto e produtos refinados se recuperaram de suas baixas recentes”, alertou Andy Lipow, presidente da Lipow Oil Associates, em relatório da CNBC.

Para os movimentos nos mercados de futuros, acrescenta-se que as refinarias estão chegando ao limite de sua produção e como uma consequência natural os preços devem aumentar.

Em meio a esse cenário, o chefe de Análise da GasBuddy, Patrick De Haan, considerou que a queda do preço diminuirá nas próximas semanas.

Deixe um comentário

Leia também

Simone Tebet declara apoio a Lula: “Reconheço nele compromisso com a democracia”

FSP – A ex-candidata à presidência da República Simone Tebet (MDB) declarou voto ao …