Home EUA Proprietário de empresa de energia solar pega 30 anos por esquema fraudulento de US $1 bi
EUA - Mundo - Policial - Tecnologia - 4 semanas atrás

Proprietário de empresa de energia solar pega 30 anos por esquema fraudulento de US $1 bi

JSNEWS (VIA AP NEWS) – O proprietário de uma empresa de energia solar da Califórnia foi condenado a 30 anos de prisão nessa terça-feira,10, por manter um audacioso esquema de fraudes, semelhante a um pirâmide, que enganou investidores em cerca de US $ 1 bilhão, que de acordo com o procurador em exercício dos Estados Unidos, Phillip Talbert, esse foi o maior esquema de fraude já julgado em toda a historia do Tribunal Federal de San Francisco.

O empresário Jeff Carpoff, 50, recebeu a pena máxima após admitir, em janeiro de 2020, ser culpado das acusações de conspiração para cometer fraude eletrônica e lavagem de dinheiro.

A empresa esteve envolvida em US $ 2,5 bilhões em transações de investimento entre 2011 e 2018, custando aos investidores US $ 1 bilhão, disseram os promotores anteriormente. Entre os investidores estava a Berkshire Hathaway Inc., de Warren Buffett, que perdeu cerca de US $ 340 milhões.

Paulette Carpoff, 47, esposa do empresário, pode pegar até 15 anos de prisão após se declarar culpada de lavagem de dinheiro e conspiração para cometer um crime contra os Estados Unidos.
O casal também concordou em ceder mais de US $ 120 milhões em ativos, incluindo uma frota de carros de colecionador e casas de veraneios no Caribe, México, Lago Tahoe e Las Vegas. Os promotores disseram que pretendem usar os bens adquiridos ilicitamente, através do esquema, para restituir às vítimas da fraude.

O governo já leiloou 148 veículos, incluindo o Firebird 1978 anteriormente pertencente ao falecido ator Burt Reynolds, arrecadando mais de US $ 8,2 milhões.

O casal fundou a DC Solar, com sede em Benicia na Califórnia, como uma empresa legítima que fabricava geradores solares montados em reboques. Eles comercializaram os geradores entre 2011 e 2018 dizendo que eles eram capazes de fornecer energia de emergência para empresas de telefonia celular ou fornecer iluminação em eventos diversos.

Mas os promotores dizem que os proprietários afirmavam aos investidores que eles poderiam se beneficiar dos créditos fiscais federais alugando os geradores para à DC Solar para outras empresas.

Na verdade, os promotores alegaram que os geradores nunca forneceram muita receita e os investidores eram pagos com fundos arrecadados de novos investidores e assim sucessivamente similar a uma pirâmide.

Os promotores também disseram que Carpoff e outros envolvidos encobriam o esquema com declarações financeiras falsas e contratos de arrendamento inexistentes.

A DC Solar deixou de construir os geradores, e num dado momento, a empresa declarou ter 17.000 geradores não existiam.

“Carpoff alegou ser um inovador em energia alternativa, mas na verdade estava apenas roubando dinheiro dos investidores e custando ao contribuinte americano centenas de milhões em créditos fiscais”, disse Talbert.

A empresa esteve envolvida em US $ 2,5 bilhões em transações de investimento entre 2011 e 2018, custando aos investidores US $ 1 bilhão, disseram os promotores anteriormente. Entre os investidores estava a Berkshire Hathaway Inc., de Warren Buffett, que perdeu cerca de US $ 340 milhões.

Os Carpoffs usaram o dinheiro para comprar e investir em mais de 150 carros de luxo, 32 propriedades, uma assinatura de um serviço de jato particular, um time de beisebol semiprofissional, patrocínio de um carro de corrida da NASCAR e uma suíte no novo estádio Las Vegas Raiders.

“O esquema flagrante de Carpoff alimentou seu desejo voraz por luxo e proeminência com gastos públicos ostentosos”, disse Sean Ragan, agente especial encarregado do Escritório de Campo do FBI em Sacramento.

Além dos Carpoffs, cinco outros se confessaram culpados de crimes relacionados e aguardam sentença.

Deixe um comentário

Leia também

Primeiros imigrantes são enviados de volta ao México na retomada do esquema “Fique no México” da era Trump

JSNEWS (Com Reuters e APNEWS) – Dois imigrantes foram devolvidos ao México pelas aut…