Home Biden Overdose por fentanil é a principal causa de mortes entre adultos com idades entre 18 a 45 anos nos Estados Unidos

Overdose por fentanil é a principal causa de mortes entre adultos com idades entre 18 a 45 anos nos Estados Unidos

Nos Estados Unidos a epidemia de overdose por Fentanil matou mais pessoas na faixa etária entre 18 e 45 anos do que a COVID-19, acidentes automobilísticos, câncer e suicídios

JSNEWS – Entre os anos de 2020 a 2021 cerca de 79 mil pessoas entre 18 e 45 anos morreram por overdose causada por Fentanil nos Estados Unidos, a compilação dos dados foi feita pela organização de conscientização sobre o uso do opióide, a ONG  Families Against Fentanil e de acordo com essa organização em em 2020 foram 37.208 mortes e em 2021 já foram registradas 41.587 mortes por de overdoses de fentanil.

O Fentanil é uma droga opióide sintética que pode ser mortal mesmo em quantidades muito pequenas e quando adicionadas a outros entorpecentes como a heroína, metanfetamina e maconha, podem ter seus efeitos e riscos potencializados.

De acordo com a Agência antidrogas (DEA), o México e China são as principais fontes de fentanil para os Estados Unidos,

Comparativamente, entre 1º de janeiro de 2020 e 15 de dezembro de 2021, houve mais de 53 mil óbitos de COVID-19 entre aqueles entre 18 e 49 anos, segundo dados dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC).

“Esta é uma emergência nacional. Os jovens adultos americanos, milhares de americanos desavisados, estão sendo envenenados”, disse James Rauh, fundador da Families Against Fentanil, em um comunicado. “É amplamente conhecido que o fentanil obtido de forma ilícita está impulsionando o aumento maciço das mortes relacionadas a drogas. Uma nova abordagem para esta catástrofe é necessária.”

Rauh, que perdeu seu filho por overdose, acrescentou que “declarar o fentanil ilícito como uma arma de destruição em massa ativaria recursos federais adicionais para lidar com fabricantes internacionais e traficantes que introduzem esse fentanil no pais de forma ilícita, fazer isso seria salvar vidas americanas.”

A agencia Agência antidrogas anunciou nessa quinta-feira que a oferta de comprimidos ilegais contendo o opióide mortal em plataformas de mídia social como o Snapchat tem aumentado.

Especialistas acreditam que há uma correlação entre o impacto da pandemia coronavírus e o recente aumento das overdoses de fentanil.

Mais adultos entre 18 e 45 anos morreram de overdose de fentanil em 2020 do que qualquer outra causa principal de morte, incluindo COVID-19, acidentes automobilísticos, câncer e suicídio, de acordo com a análise de dados do CDC e do Families Against Fentanil.

As mortes por fentanil dobraram de 32.754 mortes para 64.178 mortes nesses últimos anos numa contagem que abrange abril de 2019 e abril de 2021 e somente nos primeiros cinco meses de 2021, foram registradas mais de 42.600 mortes por overdose de fentanil, o que representa um aumento de mais de 1.000 mortes por fentanil por mês em comparação com o mesmo período de 2020.

O presidente Biden emitiu na quarta-feira uma ordem executiva autorizando sanções contra qualquer estrangeiro envolvido em tráfico ou produção de drogas ilícitas. “Acho que o tráfico internacional de drogas – incluindo a produção ilícita, a venda global e a distribuição generalizada de drogas ilegais, o surgimento de drogas extremamente potentes, como o fentanil e outros opióides sintéticos, bem como o crescente papel da venda de drogas baseada na internet, constitui uma ameaça incomum e extraordinária à segurança nacional, à política externa e à economia dos Estados Unidos”, diz a ordem executiva de Biden.

As apreensões de drogas fentanil na fronteira atingiram índices recordes em 2021 e de acordo com dados da Alfândega e Proteção de Fronteiras (CBP), enquanto o governo Biden enfrenta uma crise migratória contínua na fronteira sul.

As autoridades fronteiriças apreenderam mais de 11.000 libras de fentanil um mes antes do termino do ano fiscal de 2021, superando as 4.776 libras apreendidas no ano fiscal de 2020. As apreensões da CBP de outras drogas, incluindo maconha, cocaína e heroína, estão diminuindo desde 2018.

Especialistas recomendam que pessoas que usam qualquer tipo de droga carreguem consigo o medicamento Narcan, também conhecido como naloxona, que tem a capacidade de reverter sintomas de uma overdose e pode salvar vidas.

Deixe um comentário

Leia também

Juiz federal bloqueia ordem governamental de suspenção da título 42

JSNEWS – O juiz Robert Summerhays, do Tribunal Distrital dos EUA em Lafayette, Louis…