Home Mundo Nobel da Paz 2021 vai para os jornalistas Maria Ressa e Dmitry Muratov por defesa da liberdade de expressão
Mundo - 3 semanas atrás

Nobel da Paz 2021 vai para os jornalistas Maria Ressa e Dmitry Muratov por defesa da liberdade de expressão

Profissionais das Flipinas e da Rússia ganharam o prêmio 'pela corajosa luta' em seus países. Academia Real das Ciências da Suécia afirmou que a liberdade de expressão é 'pré-condição para a democracia e para uma paz duradoura'.

Da Redação – Os jornalistas Maria Ressa e Dmitry Muratov ganharam o Prêmio Nobel da Paz por sualuta corajosa” em defesa da liberdade de expressão nas Filipinas e na Rússia, respectivamente.

A comissão se referiu à dupla como “representantes de todos os jornalistas que defendem este ideal”.

Os vencedores do prestigioso prêmio, no valor de 10 milhões de coroas suecas, foram anunciados no Instituto Nobel norueguês, em Oslo. Eles foram escolhidos entre 329 candidatos.

Ressa, co-fundadora do site de notícias Rappler, foi elogiada por usar a liberdade de expressão para “expor o abuso de poder, o uso da violência e o crescente autoritarismo em seu país natal, as Filipinas”.

O comitê responsável pela premiação disse que Muratov, que co-fundou o jornal independente Novaja Gazeta e foi seu editor-chefe por 24 anos, defendeu por décadas a liberdade de expressão na Rússia em condições cada vez mais desafiadoras ele é um dos fundadores do jornal russo que já teve seis jornalistas assassinados.

“O jornalismo livre, independente e baseado em fatos serve para proteger contra abuso de poder, mentiras e propaganda de guerra”, disse o comitê em um comunicado.

“Sem liberdade de expressão e de imprensa, será difícil promover com sucesso a fraternidade entre as nações, o desarmamento e uma ordem mundial melhor para ter sucesso em nosso tempo”, acrescentou.

O Prêmio Nobel da Paz se destina a homenagear um indivíduo ou organização que “fez mais ou melhor trabalho para a fraternidade entre as nações”.

O vencedor do ano passado foi o Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas (PMA), que foi premiado por seus esforços para combater a fome e melhorar as condições para a paz.

Na ocasião, um dos principais cotados era o cacique caiapó Raoni Metuktire, que tem uma longa história de luta pela preservação da floresta, e é respeitado e considerado por outros povos uma liderança.

Deixe um comentário

Leia também

57 mil detidos: número de brasileiros cruzando fronteira do México para EUA bate recorde

BBC NEWS BRASIL – O número de brasileiros cruzando ilegalmente a fronteira sul dos E…